Polícia

Localizado no Rio da Várzea, corpo de taxista que estava desaparecido em Carazinho

Setembro 25 / 2021


Na manhã deste sábado, 25, por volta das 9h15min, dois familiares que auxiliavam e acompanhavam o trabalho do Corpo de Bombeiros Militar de Carazinho, avistaram o corpo de Fernando Schmitt, 41 anos, nas águas do rio da Várzea,  localidade do Distrito de São Bento.

Fernando estava desaparecido deste o sábado, dia 18 de setembro. Na manhã de hoje os dois familiares estavam percorrendo as margens do rio, quando foi feita a localização e acionado o CBM. A equipe comandada pelo Sargento Ricardo, com dois militares de Passo Fundo, efetuaram a remoção do corpo até as margens para o trabalho da Polícia Civil. O corpo será encaminhado ao IML para necropsia.

A vítima, que teria sido alvejada por três tiros em um latrocínio, deixa duas filhas, uma de 19 e outra de 14 anos.

 

Relembre o caso:

No último domingo, dia 19, a polícia soube do desaparecimento de Fernando Schmitt de 41 anos. Ele não era visto pelos familiares desde sábado, dia 18.

O veículo que ele utilizava, um Fiat Uno, foi encontrado abandonado na Travessa Vitória, bairro Floresta no domingo. No automóvel, que estava aberto, manchas de sangue foram encontradas pela polícia e analisadas pela perícia. No mesmo dia, policiais receberam a informação que um corpo poderia ter sido jogado no Rio da Várzea, em São Bento, interior de Carazinho, e buscas começaram a ser feitas pela guarnição do Corpo de Bombeiros Militar do município. Neste local, manchas de sangue também foram encontradas.

 

Dois presos:

A Polícia Civil, Brigada Militar e Corpo de Bombeiros Militar de Carazinho estiveram reunidos em coletiva de imprensa no final da tarde desta quarta-feira (22) na delegacia de polícia civil para informar que dois envolvidos no desparecimento do taxista Fernando Schmitt, 41 anos, estão detidos. Um deles foi localizado com um ferimento por arma de fogo, internado no Hospital de Caridade de Carazinho (HCC), e é custodiado por uma equipe do presídio estadual de Carazinho. O outro foi preso em Santa Maria e sua prisão contou com a apoio da 3ª DP.

Conforme a delegada de polícia, Rita De Carli, na madrugada do sábado para domingo (19), quando o taxista que atuava no ponto da estação rodoviária compareceu ao local solicitado, no bairro São Jorge, transportou os três ocupantes que teriam saído de uma boate, todos homens, até o bairro Floresta, onde foi morto com disparos de arma de fogo que atingiram sua cabeça. No total, três tiros teriam sido disparados.

O terceiro envolvido está foragido. Conforme a polícia, os três tem antecedentes com passagens pela polícia. Nomes nem idades do trio foram informados.

Ainda, segundo ela, a motivação teria sido levar o carro da vítima. Os criminosos retiraram as placas do veículo, que depois foram localizadas.






Fotos: Rádio Gazeta

Foto Fernando: Arquivo Pessoal




 

Publicado por: Tiago Borges E-mail: jornalismo@gazeta670.com.br
Compartilhe esta notícia em suas redes sociais