Geral

Lançada em Carazinho campanha que destaca a importância da empatia

Maio 03 / 2021

O Centro Municipal de Atendimento Educacional Especializado (CEMAEE) com o apoio da Secretaria Municipal de Educação (Smec), apresentou na manhã desta segunda-feira (3) ao prefeito Milton Schmitz o projeto Cordão de Girassol, o acessório será utilizado como símbolo de identificação das pessoas com deficiências ocultas (autismo, transtorno déficit de atenção, deficiência intelectual, doença de crohn, colite úlcerosa, fobia).

O cordão foi idealizado pelos funcionários do aeroporto Gatwick, de Londres, que transformaram esse acessório em um símbolo de apoio para pessoas que tem alguma deficiência oculta, como as deficiências intelectuais. Assim, deve-se respeitar o usuário do cordão e dar mais espaço à criança, já que podem ocorrer alterações repentinas de comportamento.

Diante disso, o CEMAEE a partir do projeto Conectando saberes adotou a iniciativa e irá realizar uma campanha de conscientização na comunidade sobre o Cordão de Girassol. De acordo com o diretor do CEMAEE, Marcelo Somariva Vieira, o objetivo é contribuir com um olhar diferenciado, humanizado, atencioso, empático e inclusivo com estas pessoas.

O prefeito Milton Schmitz parabenizou a equipe e destacou a importância de conscientizar a população sobre o uso do cordão, pois além de acolher e promover a inclusão das pessoas com deficiência, é uma forma de levar informações para a sociedade e a partir disso, diminuir o preconceito.

A ação acontecerá nos dias 5, 6 e 7 de maio, pela parte da manhã e tarde, nas escolas municipais, estaduais e particulares, universidades, órgãos públicos, estabelecimentos comerciais, bancos, supermercados e nas sinaleiras, com entrega de panfletos explicativos e apresentação do Cordão de Girassol. No sábado (8), a equipe do CEMAEE estará na praça Albino Hillebrand com a divulgação desta iniciativa.

Completando esta conscientização, as famílias atendidas no CEMAEE, receberão um Cordão de Girassol, para que quando necessitarem sair em locais públicos, utilize-o para uma maior segurança e tranquilidade.

Estiveram presentes no encontro, além de representantes do CEMAEE, a secretária de Educação Sandra Denise Bandeira Guerra, coordenadora pedagógica e administrativa da SMEC, Cristina Vieira e a diretora de Comunicação, Denise Wojahn.


(Fonte: Ascom Prefeitura de Carazinho).



Publicado por: Ana Maria Leal E-mail: anamaria@gazeta670.com.br
Compartilhe esta notícia em suas redes sociais