Coluna Circulando e a política atual.

Não há tempo a perder.

Ana Maria Leal
Janeiro 13/ 2022

O secretário Charles Setti (Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia, Mobilidade Urbana e Meio Ambiente) tem noção de que é para ontem oferecer suporte à população de Carazinho que não consegue se colocar no mercado de trabalho pela falta de capacitação.

Já houve o anúncio no ano passado de que cursos serão proporcionados gratuitamente pela prefeitura aos interessados, e agora já há datas para receber as pessoas e fazer os cadastros traçando um perfil de quem está em busca de uma oportunidade.

Dias 26 e 27 de janeiro.

Ele está fazendo um chamamento à população a partir de 16 anos - sem limite de idade - e todos os gêneros.

Está empenhado em atrair o maior número possível de pessoas.

''Será um Mutirão da Qualificação para atender essa demanda muito grande de emprego, as empresas não conseguem encontrar as pessoas certas, e nessa primeira etapa faremos o cadastramento de quem está interessado em capacitação profissional, vamos envolver também o Cras (Centro de Referência em Assistência Social) pois há um compromisso com a vulnerabilidade, com as pessoas que tenham o Auxilio Brasil, para que também tenham qualificação''.

O local do cadastramento será na Sala do Empreendedor, ao lado da SMEC (Avenida Mauá 221- foto) das 8h15 às 11h45 e das 13h30 às 17h.

Lembrei ao secretário que no ano passado, no momento em que esse oferecimento de cursos foi tratado pela primeira vez, pessoas haviam ido até lá, na expectativa de fazer esse cadastro, e ele esclareceu que independente de terem ido, devem retornar caso ainda queiram passar pelos cursos de qualificação, pois agora será oficializado o cadastro.

''Precisamos de um levantamento atualizado das pessoas que pretendem estar nos cursos, quais cursos tem vontade de fazer, pois não podemos contatar cursos sem ter os participantes. O prefeito Milton está autorizando e dando plenas condições para a secretaria do Desenvolvimento para isso. Vamos receber as pessoas seguindo todos os protocolos em razão do aumento da pandemia, se vierem muitos pela manhã daremos senha para que venham à tarde, e assim sucessivamente. Não vamos medir esforços, se precisar, teremos 3, 4 dias para todo esse cadastramento. Só peço paciência, que entendam se não forem atendidos de manhã, que serão no turno seguinte, ou dia seguinte, porque precisamos desse panorama de quem são as pessoas interessadas em participar, e quais cursos''.

Conforme o secretário, na faixa de 16 a 18 anos, mesmo que tenham que ser contratados no formato jovem aprendiz, participando dos cursos já poderão sair do ensino médio com uma qualificação, o que se tornará algo a mais na hora de uma seleção de emprego.

''Com o distrito industrial nas fases finais de documentações, sendo construídas as empresas, vão necessitar de mão de obra imediata, vão precisar de pessoas habilitadas, bem como as novas lojas que estão para abrir em Carazinho e vão precisar de atendentes. E lembro que para isso foi muito importante a aprovação da Lei de Liberdade Econômica, volto sempre a repetir, daqui a um ano vão dar razão ao secretário pela geração de emprego e renda da nossa cidade, porque nós temos a Lei de Liberdade Econômica''.





Compartilhe esta coluna em suas redes sociais