Coluna Circulando e a política atual.

Chapa dos sonhos?

Ana Maria Leal
Dezembro 02/ 2021

Uma pessoa do meio político conversava comigo nesta semana sobre alianças futuras para disputar a prefeitura de Carazinho, e contou que uma das possibilidades já considerada pela cúpula emedebista é essa que aparece acima: João Pedro Giaretta para prefeito, e Daniel Weber para vice.

João Pedro Giaretta, para quem não lembra, é emedebista desde que o partido tinha o 'P' na sigla. Com 15 anos era o presidente da juventude do PMDB de Carazinho.

Estuda Direito em Porto Alegre, e estagia na área.

Praticamente cresceu no ambiente político, sempre próximo de Ermógenes Bodanese, liderança que sabe fazer política como ninguém.

Não tenho certeza, mas acho que João Pedro ainda não tem 20 anos, mesmo assim vem sendo visto como a carta na manga do partido para, quem sabe, já em 2024 ser apresentado como a alternativa emedebista para dar sucessão ao governo de Milton Schmitz.

Seria da vontade de alguns introduzir uma cara nova que terá a benção do prefeito atual, e nesse sentido João Pedro tem a admiração do chefe do executivo.

Inclusive, no início da primeira gestão, em 2017, passou alguns meses assessorando o gabinete.

E onde entra Daniel Weber nessa tratativa?

Dizem que há tempo o MDB sabe da vontade do progressista em estar numa majoritária, e que seu desempenho como vereador tem agradado bastante a base governista.

Iriam aliar a juventude de João Pedro com a experiência de Daniel, no terceiro mandato como vereador, e presidente da câmara em 2022 - novamente - conforme acordo da base aliada.

O nome de Daniel seria, inclusive, do agrado dos setores empresariais após a defesa feita por ele para a aprovação recente da chamada Lei de Liberdade Econômica pelo legislativo municipal, com o enfrentamento que fez em plenário mesmo diante de vaias.

A possibilidade de fusão MDB-PP em 2024 não é novidade para ninguém, já ocorreu anteriormente.

Apenas será oficializado algo que é natural para muitos, atualmente, de ambos os lados.

EM TEMPO: João Pedro Giaretta manteve contato comigo para falar a respeito e esclarecer: "Não está nos meus planos uma candidatura, pelo menos, nesse momento. Tenho que me formar, pensar na vida profissional, construir algo, ganhar experiência. Não sei nem se volto para Carazinho, se fico em Porto Alegre, ou vou para outra cidade.

E na hipótese levantada, o próprio Vereador Daniel, tem muito mais vivência que eu, tendo sido, nas últimas eleições, o mais votado para a Câmara. Tudo ao seu tempo, com os pés no chão".







Compartilhe esta coluna em suas redes sociais