Português e Literatura

A gente vai embora...

Maria Solange
Junho 21/ 2021

Nesta semana que passou, recebi uma mensagem que, embora seu teor fosse melancólico, comoveu-me pela grande verdade dita. Então, resolvi fazer o seguinte poema para que vocês leiam e percebam a importância do abraço, do carinho, do aperto de mãos, do dizer “eu te amo!” às pessoas com as quais você convive.


     A gente vai embora e não leva nada.

     Só a saudade fica no coração de

     Quem realmente soube conquistar.


    Então... a gente vai embora

    E no último instante, ainda tenta

    Provar a quem ama o quanto

    Faz-se  necessário expressar

    (Enquanto há tempo) o seu amor

    Sem limite e sem fronteira.


    A gente vai embora... sozinho

    E só leva como bagagem a certeza

    De que tudo valeu a pena,

    Até o gesto inusitado da confissão

    Do seu amor puro e sincero.


     A gente vai embora... sem culpa,

     A penas com a sensação  de

     Ter feito a coisa certa...

                                                                                                                

E para complementar, outro poema que transmite a necessidade de sempre seguir em frente, não desistir, lutar pelo que se quer:


     Neste momento em que estamos vivendo

     Sem saber o que vai acontecer amanhã

     Não podemos deixar para depois

     Nem de expressar o que sentimos

     Muito menos esperar pelo inusitado.


     Temos que seguir sem pestanejar

     Lutar por aquilo que queremos

     Sem medo de avançar ou enfrentar

     Seja algo fácil ou difícil de conseguir

     Pois o importante é não desanimar.


Tenham em mente que a POESIA faz parte da nossa vida, porque ela representa o que temos de mais belo e significativo dentro de nós. Basta saber captar os detalhes e expressar em palavras.




(Foto: Divulgação)



Compartilhe esta coluna em suas redes sociais