Coluna do Imortal

Tetracampeão

Alexandre Ricardo Schneider
Maio 24/ 2021

Após uma sexta-feira com muitos raios em Porto Alegre, o Grêmio deixou o Rio Grande do Sul azul neste domingo, conquistando o Tetracampeonato Estadual ao empatar em 1 x 1 com o Inter na Arena Tricolor. 

O Imortal fez por merecer o quarto título consecutivo do Campeonato Gaúcho, sendo inteligente e estratégico na grande final, atuando de maneira sóbria, consistente e com a vantagem da vitória no primeiro jogo. A idéia do jogo foi dar a bola e o campo ao adversário, induzindo o rival a avançar, para poder utilizar a velocidade pelos lados nos contra-ataques. Assim surgiu o gol Gremista, retomada da bola, poucos toques e muita efetividade com Ferreirinha. Essa tônica seguiu durante todo o jogo e o placar somente não foi maior em função da ineficácia dos atacantes do Grêmio. 

A conquista está cheio de gratas surpresas, entre elas, destaco o goleiro Breno, o volante Tiago Santos e o atacante Ferreira, além da melhora na preparação física dos atletas. A utilização da base gremista com a mescla dos “cascudos” equilibrou a equipe, fazendo a diferença neste inicio de trabalho do treinador Tiago Nunes, que manteve a base do time de Renato, ajustando pontualmente e gradualmente o time Tricolor.

Lógico que nem tudo são flores, pois a exigência e o nível dos próximos jogos e campeonatos (Sul-Americana, Copa do Brasil e Brasileirão) serão superiores ao encontrado até o momento, e para almejar novas conquistas a equipe ainda precisa de reforços pontuais, além da estrela de Douglas Costa.   

De qualquer forma, queremos e desejamos que a continuidade do ciclo vitorioso do Grêmio ao longo desta temporada.   

Boa semana a todos!

Abraços.




(Foto: Divulgação/Grêmio)




Compartilhe esta coluna em suas redes sociais