Coluna Circulando e a política atual.

R$ 5 milhões e meio.

Ana Maria Leal
Abril 26/ 2021

Tramita na câmara de vereadores projeto encaminhado em regime de urgência para que a secretaria municipal de Obras utilize R$ 5 milhões e meio para pavimentação de ruas e muramento do pátio da própria secretaria, localizada no bairro Vila Rica.

Na exposição de motivos do Projeto de Lei n°025/21 encaminhado pelo poder executivo e assinado pelo prefeito Milton Schmitz para ''Abertura de Créditos Suplementares e Especial no Orçamento de 2021'' consta ''O presente projeto objetiva promover o reforço das dotações orçamentárias da Secretaria de Obras, visando o custeio de pavimentação asfáltica com C.B.U.Q de diversas ruas do município, bem como execução própria e futuro muramento do pátio da secretaria, conforme justificativa em anexo oriunda da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos e Rurais''.

Consta nos anexos que a secretaria de Obras tem um superávit de R$ 12.375.075,24.

E que a utilização desses R$ 5.500.000,00 será assim distribuída: R$ 2.500 para pavimentação de ruas; R$ 1.500 para execução própria; R$ 500 mil para muramento do pátio da secretaria de Obras, e R$ 1 milhão para custeio.

Vou postar link de acesso ao projeto conforme consta no site da câmara para quem quer mais detalhes e saber quais as ruas abrangidas.

Porém, já aviso que lá não há muitas informações.

Quem, como eu, leiga, ficará com mais interrogações.

Na sexta-feira (23) mandei mensagem ao secretário Estevão De Loreno para tirar dúvidas a respeito do projeto, por exemplo, o que significa ''para execução própria'', e sobre o ''muramento'' da secretaria de Obras.

Gostaria de saber, entre outros, o motivo de fazer esse muramento, se vai passar na rua em frente ao Cetrat (onde eu fui fazer a foto acima), ou será dentro do pátio das Obras (sem ser visto da rua), qual a extensão que terá, e o material a ser utilizado.

Não recebi resposta às mensagens até agora.

Aqui está a íntegra do projeto cuja data de votação ainda não está definida, pois, como eu disse, está nas comissões, e não tramita em regime de urgência, como queria o executivo. 

E abaixo, o anexo que, pelo que entendi, era para ser a justificativa do projeto.







Compartilhe esta coluna em suas redes sociais