Coluna dos apaixonados pelo Colorado

Mudanças preocupantes

Anderson Amaral
Abril 22/ 2021

Estivemos ausentes deste espeço de opinião esportiva, sendo substituído pelo grande Colorado Marcelo Daudt, que com muita propriedade divulgou suas considerações sobre o momento do internacional, que obteve como seu melhor resultado o vice campeonato Brasileiro, deixando passar a rara oportunidade de título face atuações de baixo nível.

A pedido do colega Marcelo, a partir desta semana passaremos a dividir o espaço eletrônico cedido pela Rádio Gazeta, sendo que a cada 15 dias retornaremos com nossa opinião, de forma alternada, cada um com seu enfoque e pensamento.

Neste retorno estamos vivenciando ainda os efeitos da pandemia que nos assola há mais de 13 meses, o que alterou muito a rotina de todo cidadão e não poderia ser diferente no futebol.

A ausência da presença de torcedores no estádio, os protocolos sanitários que devem ser observados, a luta por recursos financeiros em tempo de crise, o distanciamento social impositivo e os casos alarmantes de infectados e óbitos, alterou em muito o futebol, incluindo nosso glorioso colorado.

Atualmente o Internacional está passando por sérias alterações em sua estrutura diretiva e técnica, cujas mudanças não estão surtindo efeitos positivos, deixando apreensivos os torcedores.

O novo Técnico Angel Ramires está tentando implantar uma nova estrutura técnica, aplicando seus discutíveis métodos, que nos levam a refletir sobre a possibilidade de êxito. Com certeza o futebol apresentado no Brasileira 2020, com o treinador Abel, foi modificado substancialmente, mas que traz a certeza ao torcedor de que efetivamente dará resultados positivos.

O que posso afirmar como torcedor e ex Consul de Carazinho é que  o treinador Abel não deveria ter sido demitido pela atual Diretoria, pois o trabalho apresentado o credenciava a continuar no clube, pelo menos mais esta temporada.

Não consigo vislumbrar no atual treinador a possibilidade de tornar o time competitivo nesta breve e apertada temporada, com jogos duas ou três vezes por semana visando cumprir o calendário dos campeonatos que o Inter disputará, mas de qualquer forma, continuaremos acreditando no Internacional, torcendo, participando e contribuindo para que nosso clube se destaque cada vez mais no cenário nacional e internacional.

O Internacional é maior do que nossas opiniões e sentimentos, devendo nós meros torcedores acreditar e ter esperança de que possamos, depois de muitos anos, conseguir alcançar um título, pois estamos carentes e ávidos de uma volta olímpica.

A todos um grande abraço e em breve retornaremos.

Grande abraço.



(Foto: Divulgação/Inter)




Coluna Colorada E-mail:
Compartilhe esta coluna em suas redes sociais