Coluna Circulando e a política atual.

Pistolou.

Ana Maria Leal
Abril 15/ 2021

Na entrevista que concedeu para o Tio Piska e foi ao ar nesta quinta-feira (15) no programa Gazeta Nos Esportes - 1ª edição o prefeito Milton soltou o verbo demonstrando que tem um assunto que o tirou do sério: o local do novo complexo poliesportivo de Carazinho.

Contou que já ao iniciar a reunião da noite de quarta-feira (14) com representantes do esporte local, e que durou mais de duas horas, comunicou que havia tomado uma decisão: desistiu do campo do Glória.

Uma nova área foi anunciada, de propriedade do município, localizada no bairro Nova Ouro Preto.

Já determinou aos respectivos setores que estão cuidando do projeto que seja feita alteração da área pretendida para que não sejam perdidos os prazos legais importantes para a cidade não correr o risco de ficar sem os recursos previstos para a obra que deve iniciar ainda neste ano.

Explicou que a decisão havia sido tomada na própria quarta-feira, a fim de desviar da polêmica gerada com a solicitação de que o campo do Glória fosse doado para o município para sediar o completo poliesportivo.

''Foi uma decisão tomada hoje, durante o dia, porque pessoas ausentes do esporte estão fazendo palco político, politicagem barata, dizendo que vão fechar o campo do Glória, e nesse sentido fiquei muito chateado, porque essa pessoa deixou morrer o campo do Farroupilha, está cobrando uma coisa sendo que deixou morrer, inclusive eu vesti aquela camiseta, do Farroupilha, com muito orgulho, como vesti do Flamengo, do Vila Seca, eu conheço essa praia. Comuniquei que não faremos mais no campo do Glória, porque tem pessoas que estão fazendo de lá um palanque político, não vou estar em cabo de guerra, defini que faremos o complexo esportivo em outro local, pois, embora o Conselho da Fundescar aprovando (no Glória), o palanque político só iria mudar de endereço. Depois, o projeto chega na câmara, porque precisa passar por lá e vereadores que não querem que Carazinho avance, uma oposição que não engoliu a derrota nas eleições, não adianta, não é o Zagalo que está aqui mas esse pessoal vai ter que me engolir por mais três anos e meio''.

Para o prefeito, a câmara de Carazinho tem um palanque político que fica brincando de pedir informação.

''Não querem que Carazinho ande, então, vão ficar chupando um pirulito, porque vamos fazer o complexo esportivo em outro lugar e o campo do Glória continua funcionando, para bem do esporte amador, do nosso município''.

Milton Schmitz ainda informou que solicitou um estudo de área para construir mais um campo de futebol de várzea de Carazinho.

E mandou um recado aos adversários:  ''A eleição passou, não serei candidato nem a sindico de prédio, espero que quem goste de Carazinho, adversários políticos que não engoliram a derrota, lembrem que a próxima eleição é daqui três anos e meio. Infelizmente, 3 ou 4 vereadores da oposição fazem um terror, pedindo vista, informação, procuram atrapalhar para que Carazinho não ande, podem atrasar uns dias, mas não conseguem, porque Carazinho não para. Vamos fazer mesmo com alguns poucos vereadores que não querem o desenvolvimento, gente que não tem credibilidade, que estão lá para atrapalhar a vida de Carazinho''.

A foto da coluna é da prefeitura de Carazinho, feita na reunião desta quarta-feira, que tratou deste assunto.




Compartilhe esta coluna em suas redes sociais