Coluna Circulando e a política atual.

Passou o bastão.

Ana Maria Leal
Abril 12/ 2021

O vereador Tenente Costa fez sua despedida da função de presidente do legislativo durante a sessão da câmara desta segunda-feira (12).

Confirmou que a partir da próxima quarta (14) estará na prefeitura assumindo temporariamente como secretário Geral de Governo, em substituição a Jorge Dutra, cujo destino não foi informado.

Costa agradeceu a colaboração de todos na câmara e afirmou que vai levar seu perfil como político para o cargo que assume.

''Empenho não vai faltar, bem como vontade de trabalhar'', garantiu.

Disse que estava aceitando um convite do prefeito Milton, reforçado pelo presidente do MDB, Marcio Guarapa, e que a ideia é retornar para a câmara num curto período.

Quando manifestou votos de sucesso a Costa, como os demais colegas, Vanderlei Lopes aproveitou para contar que também foi convidado para assumir como secretário Geral de Governo.

Mas, explicou que não aceitou ''por motivos particulares''.

Dizem que, na verdade, ele não poderia assumir porque o filho está em outro cargo público, de Diretor de Habitação, e precisaria ser exonerado para o pai ser secretário.

Neste caso, Vanderlei preferiu ficar na câmara.

A vice-presidente do legislativo, vereadora Janete Ross de Oliveira estará presidente a partir da saída de Costa.

Isso significa que está antecipando sua experiência na presidência, já que seu nome era previsto para o cargo no ano de 2023, conforme acordo das bancadas entre os vereadores da base do governo após a eleição do ano passado.

Se não estou enganada, seria: 2021 Tenente Costa (MDB), 2022: Daniel Weber (PP), 2023: Janete Ross de Oliveira (PSB) e 2024 o MDB retoma o comando do legislativo com Vanderlei Lopes (MDB).

Ninguém confirmou, mas há comentários de que Janete e Costa poderão compartilhar a presidência em 2023, já que é isso que está ocorrendo agora, para que cada um tenha o mesmo número de meses no cargo. 




Compartilhe esta coluna em suas redes sociais