Polícia

Delegada fala na Gazeta sobre primeiro homicídio do ano em Carazinho

Janeiro 09 / 2021

A delegada de polícia civil Rita De Carli participou do programa Tribuna Livre na manhã deste sábado (09) falando sobre o primeiro crime de homicídio registrado no ano de 2021 na cidade de Carazinho. Alan Antunes Pitão, 29 anos, foi morto com pelo menos 6 tiros em sua casa, no bairro Aparecida.

''A vítima estava em casa com a mãe, no sofá da sala, e a companheira estava na cozinha. A porta da casa estava aberta, duas pessoas, ambas armadas, efetuaram diversos disparos e fugiram'', informou a delegada.

Segundo ela, Alan foi levado pelos familiares ao HCC mas já chegou morto, atingido com tiros na região do peito e coração. Eram três lesões, indicando pelo menos três tiros nesse local do corpo.

''A polícia civil esteve no local à noite, fez levantamento, fotografias, o que foi possível, colher de provas, não existe suspeito, um autor, nada foi apontado pelas pessoas que estavam pelo local, nada oficialmente. Apesar dos disparos, a polícia não localizou no local as cápsulas deflagradas''. A delegada pede às pessoas que possam contribuir de alguma forma com as investigações, que procurem a delegacia.

''Especialmente quem mora nas imediações ou possa saber, ter qualquer informação que venha auxiliar na investigação desse fato, seja no tocante a investigação ou testemunhas, eventuais suspeitos, que auxiliem, mesmo que de forma anônima, agradecemos a colaboração, deixando claro que é muito importante que se contribua com informações que se tenha referente a ações delituosas, para a polícia melhorar, qualificar o nosso trabalho, o resultado do trabalho da polícia depende bastante dessas informações que chegam até nos''.

Conforme a Funerária Adam, o sepultamento de Alan Antunes Pitão será neste domingo, dia 10, às 10h, no cemitério municipal. 

(Foto: Redes sociais).





Compartilhe esta notícia em suas redes sociais