Polícia

Recém-nascida é encontrada por reciclador dentro de lixeira em Balneário Camboriú

Novembro 30 / 2020

Uma recém-nascida foi encontrada dentro de uma caixa de sapato deixada em uma lixeira de um prédio em Balneário Camboriú/SC, na tarde do último sábado (28). Um recolhedor de materiais recicláveis ligou para o SAMU) por volta das 15h, quando percebeu que a menina se mexia entre o lixo.

Prematura, a criança nasceu de uma gestação de aproximadamente 28 semanas. Ela foi colocada dentro da caixa, na posição de bruços e coberta por um pano. Quando encontrada, ela respirava com dificuldades e ainda estava com sangue pelo corpo, provavelmente, por conta do parto.

Segundo Ari Dornelles, um dos socorristas que atendeu a menina, a suspeita é de que o nascimento tenha ocorrido poucas horas antes dela ter sido encontrada. O técnico de enfermagem Fábio Ristoff também auxiliou no trabalho.

"Temos muito que agradecer esse senhor que salvou a vida da menina, esse senhor que é catador de reciclado, porque se ele não abre a lixeira ali, quando que a gente ia saber que a criança iria estar ali. Ia encontrar a criança sem vida", contou Dornelles.

No local, os socorristas entubaram, aqueceram a menina e a encaminharam ao Hospital Ruth Cardoso, na cidade. Segundo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), na manhã domingo (29) ela permanecia internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal, com o quadro de saúde considerado estável.

"Essa criança é uma guerreira, porque a gente não sabe qual tempo que ela ficou ali. Um trabalho de parto dentro de uma UTI já é complicado, imagina uma criança ficar ali um tempo que gente não sabe", disse Dornelles, que trabalha há dez anos no setor.

A Polícia Civil foi acionada, foi até o local e analisou as câmeras de monitoramento do local. Segundo Giancarlo Rossini, delegado regional, as imagens já mostraram suspeitos.

O caso será investigado pela Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e Idoso (Dpcami) e segue em sigilo, por se tratar de um recém-nascido.

(Fonte: Portal G1)

Compartilhe esta notícia em suas redes sociais