Economia

FGTS emergencial: saiba quanto sacar a partir desta segunda

Jornalista Gazeta
Junho 29 / 2020


A Caixa Econômica Federal vai liberar, a partir desta segunda-feira, o saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), em valores de até R$ 1.045 pelos trabalhadores que tenha conta ativa (do emprego atual) ou inativa (de empregos anteriores).

Os primeiros a receber serão os nascidos em janeiro. Nessa primeira etapa, o total de recursos liberados soma mais de R$ 3,1 bilhões para 4,9 milhões de trabalhadores. O pagamento ocorre primeiro em depósito em uma conta digital. A partir dela, o beneficiário pode pagar contas e fazer compras por meio do aplicativo Caixa Tem. Só a partir de 25 de julho é que entra em vigor o calendário do saque em dinheiro (veja etapas no quadro abaixo).

O saque emergencial era previsto na Medida Provisória nº 946, publicada em 17 de abril. A medida é mais uma tentativa do governo de minimizar o impacto do novo coronavírus na vida financeira da população. A expectativa é movimentar, durante todo o calendário, mais de R$ 37,8 bilhões para 60 milhões de trabalhadores.

Os trabalhadores também podem consultar o valor do saque emergencial disponível e a data em que o valor vai ser creditado na poupança digital pelo site oficial, pelo número de telefone 111, ou pelo aplicativo do FGTS. O valor do saque, de até R$ 1.045, considera a soma dos saldos que estiverem disponíveis em todas contas ativas ou inativas do Fundo em nome do trabalhador.

O calendário leva em conta o mês de nascimento do beneficiário e contém a data que corresponde ao crédito dos valores na conta poupança social digital, quando os recursos poderão ser utilizados em transações eletrônicas, além da data a partir de quando os recursos estarão disponíveis para saque em espécie ou transferência.

A poupança digital é uma conta simplificada, sem tarifas de manutenção, com limite mensal de movimentação de R$ 5 mil. Após o crédito dos valores, é possível fazer compras em supermercados, padarias, farmácias e outros estabelecimentos com o cartão de débito virtual e QR Code, por meio de mais de 9 milhões de maquininhas de cartão espalhadas por todo o Brasil. O trabalhador também pode realizar o pagamento de contas de água, luz, telefone, gás e boletos em geral.

A partir da data de disponibilização dos recursos para saque ou transferência, também de acordo com o mês de nascimento, os trabalhadores poderão transferir os recursos para contas em qualquer banco, sem custos, ou realizar o saque em espécie nas agências da Caixa, lotéricas e terminais de autoatendimento.



Agência Brasil






Compartilhe esta notícia em suas redes sociais