Polícia

Polícia tem duas linhas de investigação sobre duplo homicídio em Carazinho

Jornalista Gazeta
Junho 02 / 2020

A polícia civil de Carazinho trabalha em duas linhas de investigação para elucidar o duplo homicídio ocorrido no último sábado (30) no bairro Floresta. Na ocasião, Bruno da Silva, 22 anos, e Igor Andrei da Rosa de Moraes, 14 anos, foram mortos a tiros.

Ao falar sobre o crime durante entrevista para a Rádio Gazeta nesta terça-feira (02), a delegada Rita De Carli informou que a equipe de investigação começou a trabalhar ainda no sábado, dia do crime, para colher as primeira informações, que estão sendo checadas, mas, segundo ela, nada que se possa divulgar nesse momento, e nenhuma pessoa foi presa. ''Existem suspeitos, a polícia trabalha com duas linhas de investigação, mas tudo muito incipiente, depende de confirmação e coleta de maiores provas''.

Por isso ela pede que aqueles que possam ter alguma informação para ajudar a elucidar o caso mantenham contato. ''Qualquer informação que a pessoa tenha, imagem, pode passar de forma anônima, ou ir na delegacia, a gente sempre recebe e preserva a identidade, é importante para nós preservar o sigilo do informante''.

O crime

A morte dos jovens ocorreu por volta das 17h do sábado, 30, na Rua Cuiabá, Bairro Floresta. Cinco homens que chegaram num veículo cor prata, armados com armas longas e pistola, efetuaram diversos disparos contra as vítimas e fugiram a seguir.

Os feridos foram socorridos por populares e levados até o HCC, mas não resistiram.



Compartilhe esta notícia em suas redes sociais