Geral

Bombeiros salvam em Carazinho cachorrinha amarrada dentro de container para morrer esmagada

Jornalista Gazeta
Abril 07 / 2020

O fato aconteceu dias atrás e foi tornado público agora por Tami Niely Dos Santos, voluntária da causa animal em Carazinho, para exemplificar que a crueldade de alguns seres humanos não tem limites..

A corporação dos bombeiros em Carazinho foi alertada de que havia um 'chorinho' próximo da sede, na rua Itararé, e ao verificarem o container do lixo em frente ao prédio, encontraram a cachorrinha. Ela estava amarrada, para não ter chance de sair.  

Apesar de as protetoras de animais em Carazinho conviverem diariamente com situações de maus tratos, ainda é difícil imaginar que alguém teria jogado o animal lá para ser triturado pelo caminhão que passa diariamente para coletar o lixo.

Foram os bombeiros que encaminharam a cachorrinha para atendimento num pet shop, onde ela recebeu banho, vermífugo e remédio para pulga. Agora está lar temporário com Tami Niely Dos Santos, e no aguardo de um lar de verdade. ''Ela é muito meiga, dócil, e pequenina. Tem leite nas tetinhas, o que significa que devia estar amamentando, mas não foram encontrados seus filhotes. Apesar de tudo o que passou, é uma fofura, vem na gente em busca de carinho e atenção''.

Conforme Tami, a cachorrinha deve ter 1 ano de vida, e quem adotar terá a castração garantida. O porte é pequeno, ideal para apartamento ou casa com pátio bem fechado e livre de correntes.

Com bom humor, os bombeiros a chamaram de 'Corona', de tanto que se fala no coronavírus, mas asseguram que foi apenas uma brincadeira, e ela receberá um lindo nome no novo lar.


Compartilhe esta notícia em suas redes sociais