Expodireto

Serviços e conhecimento da UPF à disposição dos visitantes

Março 03 / 2020

O uso de dados para qualificar o trabalho é fundamental em propriedades de qualquer tamanho. Mas nem sempre é possível manter laboratórios e profissionais capacitados para atendimento exclusivo. A Universidade de Passo Fundo (UPF), na sua missão de ser difusora de conhecimento e propulsora do desenvolvimento regional, disponibiliza serviços de análises e diagnósticos em diferentes áreas para auxiliar a qualificação e o desenvolvimento do agronegócio. Uma parte deste portfólio está à disposição dos visitantes da 21ª Expodireto Cotrijal que acontece em Não-Me-Toque até esta sexta-feira, 6.

A produtora rural Gisela Philippsen mora no interior de Não-Me-Toque. Para ela, passar no estande da UPF já é uma tradição durante os dias da feira e representa um momento de conhecer o que é desenvolvido na Instituição, e também de experimentar novidades como o pão de queijo produzido com erva-mate microencapsulada, fruto de pesquisas realizadas na Universidade.  Além de se atualizar, neste ano também trouxe o neto, a fim de demonstrar, desde cedo, a importância do conhecimento para a evolução constante.

Grandes ou pequenos produtores rurais podem utilizar os serviços que são disponibilizados pela UPF. Neste ano, durante a Expodireto são apresentados os seguintes serviços:

 

Serviço de Análise de Rebanhos Leiteiros

O Serviço de Análise de Rebanhos Leiteiros (Sarle) é um dos laboratórios de pesquisa e prestação de serviços do Centro de Pesquisa em Alimentação (Cepa) da UPF, sendo credenciado pela Rede Brasileira de Laboratórios de Controle de Qualidade do Leite (RBQL) do Ministério da Agricultura e Abastecimento (Mapa). O Laboratório realiza diversos tipos de análises, a partir de amostras de leite cru.

Análises como composição química, Contagem de Células Somáticas (CCS) e Contagem Bacteriana Total (CBT) possibilitam o acesso a informações sobre a qualidade do leite e contribuem para o gerenciamento leiteiro, uma vez que os produtores utilizam dos serviços de análise para avaliação individual dos animais e do rebanho.

Recentemente, visando atender às novas Instruções Normativas da qualidade do leite (IN 76 e IN 77), o Sarle passou a disponibilizar em seu portfólio também a análise de resíduos de antibióticos, ensaio que determina a presença ou a ausência de resíduos de antibióticos e outros inibidores. O Sarle também foi o primeiro laboratório do Rio Grande do Sul a fazer a análise de prenhes pelo leite.

 

Centro de Pesquisa em Alimentação

O Centro de Pesquisa em Alimentação (Cepa) conta com uma ampla e moderna infraestrutura laboratorial, abrangendo dez laboratórios de prestação de serviço que atuam como apoio no desenvolvimento do setor alimentício, através da realização de ensaios para controle de qualidade e melhoria de produtos, adequação de tecnologias bem como para rotulagem de alimentos embalados, além da emissão de laudos para certificação e registro de produtos.

 

Laboratório de solos e fertilizantes

O Laboratório de Solos e Fertilizantes realiza análise química do solo, análise de tecido vegetal, análise de corretivos do solo, análise de fertilizantes minerais e orgânicos atendendo à demanda de produtores e empresas em diversas áreas.

 

Laboratório de análise e classificação de sementes

O Laboratório de Análise e Classificação de Sementes realiza análise da qualidade física da semente (teste de pureza); determinação de outras sementes por número; número de sementes/grama; peso de mil sementes (PMS); peso do hectolitro (PH); análise da qualidade fisiológica da semente (teste de poder germinativo); teste de vigor (envelhecimento acelerado); teste de vigor - tetrazólio; teste de vigor-frio; testes de produtos químicos em sementes.

 

Centro em Diagnóstico e Pesquisa em Sanidade Animal

O Centro de Diagnóstico e Pesquisa de Sanidade Animal (CDSA) possibilita aos produtores e às agroindústrias aporte tecnológico para o desenvolvimento da produção. No espaço, são realizadas análises, atendendo às demandas do Programa Nacional de Sanidade Avícola, do Programa Nacional de Sanidade Suídea e do Programa Nacional de Controle de Erradicação de Tuberculose e Brucelose.

 

Laboratório de Biotecnologia Vegetal

O Laboratório de Biotecnologia Vegetal realiza a produção de mudas e/ou tubérculos de batata semente, categoria básica G0, produzidos pelo processo de micro propagação, das cultivares Atlantic, Asterix, Ágata, Baronesa, Cupido e Macaca. A UPF é credenciada no Mapa como produtora e certificadora da própria produção de batata semente dessas cultivares. Além disso, o laboratório realiza a produção de mudas de morangueiro e gipsofila (mosquitinho), pelo processo de micro propagação.

 

(Fonte: Ascom UPF / Foto: Leonardo Andreoli).



Compartilhe esta notícia em suas redes sociais