Geral

Polícia Civil organiza ações de 2020 sobre prevenção à violência e o papel do policial na sociedade

Jornalista Gazeta
Fevereiro 20 / 2020

O Papo de Responsa é um Programa desenvolvido na Polícia Civil do Rio Grande do Sul com atuação junto às escolas de ensino fundamental, médio, sejam elas públicas ou privadas, na promoção de um ''Papo'' - um diálogo descontraído sobre prevenção à violência e o papel do policial na sociedade, tendo como público alvo a interlocução com crianças, adolescentes e jovens.

Para falar a respeito das ações em Carazinho, a delegada de polícia civil Rita De Carli participou do Lado a Lado Com a Notícia desta quinta-feira (20). Segundo ela, através do Papo de Responsa ocorre um diálogo descontraído sobre prevenção às drogas e todas as consequências advindas do tráfico e consumo. Outros assuntos de interesse do público focado podem ser tratados em razão dos laços de interação que são formados a partir da aproximação social, tais como Bullying, violência, o ato infracional e seus desdobramentos.

O trabalho da equipe do Papo de Responsa inicia através de convite das instituições. A partir do agendamento, o tema é proposto por sugestão da escola. Nesse encontro, a conversa entre policiais e alunos se dá de forma descontraída, com espaço para os jovens participarem efetivamente com questionamentos e diálogo nos temas relacionados ao cotidiano escolar. Os policiais capacitados para o programa promovem esta interação e aproximação da polícia civil com a sociedade, essencialmente destacando a importância das escolhas de vida dos jovens.

No ano de 2018 a equipe de Carazinho realizou as ações em escolas da cidade além de Liberato Salzano, Rondinha e Sarandi. Em 2019 foram 21 escolas de Carazinho, e neste ano de 2020 a delegada diz que o objetivo é ampliar essa abrangência.

Como recém iniciou o ano letivo, a delegada Rita diz que em breve será mantido contato com a secretaria municipal de Educação e 39ª Coordenadoria Regional de Educação para o agendamento dos futuros encontros. 



Compartilhe esta notícia em suas redes sociais