Geral

Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Carazinho aguarda cerca de mil pessoas para comemorar Dia Internacional da Mulher

Jornalista Gazeta
Fevereiro 20 / 2020

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Carazinho está em preparativos para a realização do 18º Encontro do Dia Internacional da Mulher, marcado para o sábado, dia 07 de março, a partir das 09h30min, no Patronato Santo Antônio. Cerca de mil pessoas deverão participar da programação que inclui mensagem de abertura, sorteio de transformação, apresentação do coral Sempre Alegre, de Santo Antônio do Planalto e da Invernada Passos de Paixão, de Carazinho, almoço, além do Grupo Só Alegria e brindes à tarde.

Para divulgar a festa tradicional o presidente do sindicato, Elio Bernardi, participou do programa Lado a Lado Com a Notícia nesta quarta-feira (19). Segundo ele um dos diferenciais neste ano será a homenagem aos associados com 90 anos ou mais de vida. Trinta pessoas, homens e mulheres, irão participar, numa forma de destacar e reconhecer o seu envolvimento ao longo dos anos com o setor em que trabalharam ao longo da vida.

Além disso, nesse ano, em atenção ao meio-ambiente, está sendo diminuído o uso de itens descartáveis em razão do quanto o plástico demora a se decompor na natureza. Por isso a organização solicita aos participantes que levem pratos e talheres.

Como todos os anos haverá transporte para que as associadas possam participar.

Em Carazinho: saída às 07h30 de Pinheiro Marcado, passando por Capão Alto, Molha Pelego e Cruzinha, e saída às 8h de Santa Terezinha até São Bento. Em Coqueiros do Sul, saída às 8h da sede do município passando por Xadrez, e no mesmo horário saída de Igrejinha passando por Linha Tavares e Poço Grande.

Santo Antônio do Planalto: saída às 8h30 da Emater. Em Almirante Tamandaré do Sul, saída às 8h de Linha Barra, na Capela, Linha Vitória, Vila Seca e sede do município, no mesmo horário, saída de Segredinho, pelo asfalto até Segredo, e saída de Mata Cobra até a sede do município.


Compartilhe esta notícia em suas redes sociais