Educação

UPF dá as boas-vindas aos acadêmicos

Jornalista Gazeta
Fevereiro 20 / 2020

Expectativas, sonhos, objetivos. Palavras chaves que unem todos os novos acadêmicos da Universidade de Passo Fundo (UPF), ingressantes em 2020/1. Para integrar aqueles que iniciam a nova caminhada àqueles que já estão cursando, a Instituição promoveu, nesta quinta-feira (20), mais uma edição do Volta às Aulas UPF. Na estrutura multicampi o encontro ocorreu na quarta-feira (19).

Juntamente com os professores, os novos estudantes foram recebidos pela reitoria da Universidade e receberam informações sobre funcionamento, projetos, ações e diferenciais da Instituição. Munidos do mesmo espírito, os reitores acolheram a comunidade acadêmica. Para a reitora, professora Dra. Bernadete Maria Dalmolin, é sempre uma alegria receber os estudantes e abrir as portas da Universidade para que eles tenham a melhor experiência que puderem. "Desejamos que este seja um tempo de intensidades, que possamos aprender e aprender a cuidar de nós mesmos e dos outros, desabrochando para a vida. Desejamos que eles tenham aqui o melhor desenvolvimento e encontrem a melhor maneira de construir um mundo melhor", destacou.

Para o vice-reitor de Graduação, professor Dr. Edson Alencar Casagranda, o objetivo de toda a Instituição é fazer com que eles possam aproveitar de forma integral tudo o que é oferecido, seja na graduação, nos projetos ou ações. "Queremos que eles aproveitem de forma completa tudo o que a UPF pode oferecer, trocando ideias e experiências com os docentes e colegas, construindo uma bonita história que começa aqui conosco", pontuou.

A importância e a grandiosidade da UPF foram os pontos abordados pelo vice-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, professor Dr. Antônio Thomé. Segundo ele, ao optarem pela Instituição, os novos acadêmicos passam a contar com um novo sobrenome: UPF. "A Instituição conta com uma estrutura qualificada tanto na graduação, quanto na pesquisa e na inovação. Convidamos os novos acadêmicos para que conheçam os laboratórios, os espaços de produção do conhecimento e que fazem parte dessa realidade. Queremos que eles cresçam junto conosco, na formação pessoal e no desenvolvimento dos espaços em que estarão inseridos", frisou. 

Em sua fala o vice-reitor de Extensão e Assuntos Comunitários, professor Dr. Rogerio da Silva, pontuou que os estudantes contam com todas as oportunidades para construir e consolidar a formação acadêmica. "Desejamos que eles tenham uma excelente caminhada e que possam consolidar uma grande trajetória, usufruindo da estrutura, vivenciando os projetos de extensão, pesquisa e aproveitando todas as oportunidades que vierem", ressaltou. 

De acordo com o vice-reitor Administrativo, professor Dr. Cristiano Cervi, mais do que uma faculdade, o estudantes dão início à construção de uma trajetória de vida. "Estamos todos felizes por poder participar, de alguma maneira, dessa nova fase, permitindo que eles possam aproveitar e utilizar tudo o que a Universidade tem a oferecer", disse.

O presidente da Fundação Universidade de Passo Fundo (FUPF), professor Dr. Luiz Fernando Pereira Neto, também esteve presente na atividade, além de representantes do Diretório Central de Estudantes (DCE).

 

Nova caminhada para realizar os sonhos

Yasmin Gabriela Siqueira, tem 17 anos e é Bixo do curso de Publicidade e Propaganda. A paixão pela UPF é antiga e hoje ela realiza um sonho. "Estou amando tudo, escolhi a UPF porque desde criança era apaixonada. Sou de Erechim e sempre que passávamos aqui na frente falava pra minha mãe como era lindo e legal o ambiente aqui. Sempre quis estudar aqui, escolhi PP porque é um curso que me identifico muito", lembrou a nova acadêmica. 

As boas referências trouxeram Victor Camine Burgel para a UPF. Bixo do curso de Psicologia, ele busca aprofundar conhecimentos. "Entrei na Psicologia porque tenho um fascínio pela mente humana. Escolhi a UPF porque tive muitas referências positivas de amigos e parentes que estudaram aqui", esclareceu. 

Quem participou do encontro pode prestigiar talentos artísticos da UPF. A atividade encerrou com o "UPFOKÊ", momento em que todos, estudantes e professores, puderam escolher músicas e colocar a alegria para fora.

 

Fonte: Ascom UPG. Foto: Caroline Simor/ Franco Rodrigues/Tauana Lira).



Compartilhe esta notícia em suas redes sociais