Saúde

Carazinho também tem programação no mês dedicado à saúde mental

Jornalista Gazeta
Janeiro 13 / 2020

A saúde pública em Carazinho tem uma agenda específica para o mês de janeiro, que desde em 2014, numa iniciativa de psicólogos de Uberlândia, Minas Gerais, é um mês dedicado a conscientização da promoção e proteção da saúde mental.

A coordenadora do setor de saúde mental da secretaria municipal de Saúde de Carazinho, psicóloga Valeska Walber, participou do Lado a Lado Com a Notícia desta segunda-feira (13) informando a população a respeito de como procurar a rede pública e participar das ações, e da importância de uma boa gestão das emoções para a saúde em geral.

Há atividades de psicoeducação e informações sobre a importância dos cuidados em saúde mental no município, rodas de conversa nas ESFs, minipalestras, informações, orientações e panfletagens. Usuários do CAPSI acompanhados dos integrantes da equipe da saúde mental também participaram das panfletagens.

Conforme Valeska, o surgimento do Janeiro Branco está relacionado a esse período do ano porque é quando muitas das pessoas avaliam suas vidas, um ano novo está começando, planos, desafios, e um momento em que as pessoas devem ter uma atenção maior para essa análise do que se conseguiu realizar daquilo que se propôs até então, no ano anterior, e como trabalhar emocionalmente o que está por vir.

Ela lembra que existe ao longo de todo o ano uma atenção à saúde mental, e em qualquer período as pessoas interessadas podem ir até o ESF do seu bairro e se informar sobre as datas e horários para ingressar.

Em Carazinho o Janeiro Branco foi instituído através de Lei Municipal de autoria do então vereador Gilson Haubert (MDB) em 2019, o que significa garantir a realização de várias ações todos os anos.



Compartilhe esta notícia em suas redes sociais