Região

Muda a presidência do Fórum dos Coredes do Rio Grande do Sul

Jornalista Gazeta
Dezembro 19 / 2019

Foi realizada neste mês a escolha de um novo nome à frente do Fórum dos Conselhos Regionais de Desenvolvimento, e Munira Awad, que não concorreu à reeleição pois considera importante a oxigenação e alternância de pessoas à frente da entidade, passou a presidência para Roberto Vizoto, da cidade de Tapera, servidor público estadual da área da segurança pública.

Munira falou a respeito durante entrevista para a Rádio Gazeta nesta semana, destacou a transição entre eles e a importância do trabalho realizado pelo Fórum.

''Tem que ter rotatividade nessa função, com mais pessoas preparadas e envolvidas nas causas defendidas pelos Coredes. São 497 municípios do Rio Grande do Sul de abrangência, um Conselho está há mais de 30 anos em atividade, e é um programa de estado com 28 presidentes de Coredes, representantes de instituições de ensino superior e outros setores da sociedade civil organizada. Se trabalha no coletivo, a união por objetivos comuns, conversado com diferentes governos''.

Munira assumiu seu mandato no ultimo ano do governo José Ivo Sartori e encerra no primeiro ano do governo Eduardo Leite, o que exigiu um trabalho diferenciado com a transição desses governos e mudanças que alguns governantes pretendem implantar afetando o Fórum.

Um dos braços do governo, lembra ela, é a Consulta Popular, bastante discutido a cada novo governo e cujos recursos os Coredes buscam ampliar.

''O Fórum trabalha junto com a assembleia legislativa, com a bancada gaúcha, projetos importantes para a região, aqui no Corede Produção somos protagonistas em questões como as centrais de vídeomonitoramento por exemplo''.

Para a gestão que está iniciando segundo Munira há novos desafios, e ela entrega o posto com um novo estatuto, ações importantes, vários encaminhamentos, projetos e necessidades das nove regiões funcionais do estado que buscam de forma conjunta seu desenvolvimento.  


Compartilhe esta notícia em suas redes sociais