Gazeta

Programa Tribuna Livre e os assuntos que afligem os moradores de Carazinho

Jornalista Gazeta
Dezembro 08 / 2019

O programa que é dedicado para a comunidade falar diretamente sobre questões da sua rua, bairro, da cidade de Carazinho, vai ao ar todos os sábados das 10h às 11h pela Rádio Gazeta AM. É a oportunidade de os moradores encaminharem pedidos de melhorias e agradecer em situações nas quais foram atendidos, num programa que também é aberto a secretários, prefeito, vice e vereadores, para que respondam a essas pessoas.

Para participar aos sábados os interessados podem falar ao vivo usando os telefones (54) 3330 1399, 3329 4515,  wattsApp da Gazeta (54) 9 91571687, e a transmissão é feita pelo facebook.com/portalgazetacarazinho.

Confira um resumo do programa deste sábado (07):

- Queria ver o que poderia ser feito cm o terreno que tem na rua Leo Neuls na Alvorada pois aqui tem um terreno abandonado e tá criando bicho, tem aranha, escorpião, fora outros bichos e tão entrando para dentro de casa! E o pior é que temos 3 crianças pequenas, se acontece alguma coisa a culpa vai ser de quem? (FOTO ACIMA).

- Morador informa que teve que pagar do próprio bolso pela capina de um terreno na esquina da Ipiranga com a Padre Gusmão, pois pediu várias vezes e não foi atendido.

- Bom dia Ana e Marcelo, olha o serviço que mandaram  roçar  no bairro  Vargas. (FOTO)


- Bom dia é o Sergio. Na rua Aldalberto Brock  perto do posto de saúde da Ouro Preto  tem um mato e dentro do mato mora um senhor nem se enxerga a casa, e tem pessoas se escondendo no mato para roubar as casas. (FOTO).


- Moradora questiona o modelo atual das novas paradas de ônibus. Diz que em dia de chuva as pessoas vão se molha independente do lado em que a chuva chegar, que em dia de sol não há como se proteger e que o material utilizado aquece e é muito perigoso para quem se encostar. ''Não adianta boniteza''.

- Concordo com essa senhora, ficou uma porcaria. (Sobre as novas paradas).

- Eu como não uso ônibus, passei pelas paradas e achei que não estavam prontas, mas estão, que horror, não precisa ser engenheiro pra ver que aquelas paradas são muito quentes, que cobertura é insuficiente. E aquele material tbm é muito caro. Deve ser parada de campanha igual algumas ruas. Já que o principal objetivo é se manterem nos cargos políticos.

- Gostaria de manifestar minha indignação com esse poder executivo, pois são extremistas pra fazerem leis, criarem e aumentar impostos e tbm por cobrarem eles. Pois bem, já não basta a péssima situação de nossa rua (Uruguai), agora fizeram um enorme lixão no decorrer da rua. Pq o município não responsabiliza o proprietário do terreno? Não ha estado quando precisamos dele. Apenas pra cobrarem e criarem impostos.

- Ana e Marcelo, importante que se diga que o Conselho das Pessoas com Deficiência não participou na escolha do material para as paradas acessíveis e quando se fala em acessibilidade é para todos não somente para a pessoa com deficiência. Alessandro/ CMPD.

- Bom dia Ana eu Marcelo queremos agradecer a toda a comunidade que colaborou com o pedágio das entidades e também todas as pessoas que trabalharam, muito obrigado. Alessandro, representante do CMPD.

- Bom dia Ana e Marcelo, uma situação de galhos e lixo que está localizado no final da rua Ervino Rodhen, pedi varias vezes, inclusive uma placa de proibido colocar entulhos, e até hoje nada, obrigada pela atenção.

- Bom dia, gostaria de saber quando a Eletrocar vai repor as lâmpadas nos postes. Faz um mês que nossa Rua Paulino Chaves da Rosa está na escuridão total.  Obrigada. Ângela Schuh.

- Bom dia Ana Maria e Marcelo. Gostaria de convidar a todos os trabalhadores em Educação, Estadual, grevistas ou não grevistas, para irem a Porto Alegre, na terça feira dia 10, com saída do núcleo do CPERS às 4h da manhã, para fazermos uma grande assembleia geral, no turno da manhã e no turno da a tarde um ato em conjunto com demais categorias do funcionalismo do Estado, interessados contato com o número 3331 3551, na segunda feira até às 11h da manhã.  Sônia Petry.

- Moradora pede mais uma lixeira no condomínio O Bombeador, passando o Hiper Boa Vista, pois onde a lixeira está atualmente fica muito longe e há pessoas de mais idade morando lá eu tem dificuldade para se locomover até a lixeira.

 

A EMISSORA NÃO SE RESPONSABILIZA PELOS COMENTÁRIOS EMITIDOS PELOS OUVINTES. 

Compartilhe esta notícia em suas redes sociais