Política

UPF apresenta em Passo Fundo demandas para o Ministro Chefe da Casa Civil

Jornalista Gazeta
Novembro 07 / 2019

Em Passo Fundo para uma série de atividades, o Ministro Chefe da Casa Civil do Governo Federal, Onyx Lorenzoni, esteve em reunião com lideranças políticas e comunitárias nesta quinta-feira (7). A Universidade de Passo Fundo (UPF) também foi recebida pelo ministro. 

O encontro contou com a presença da reitora, Dra. Bernadete Maria Dalmolin; do vice-reitor Administrativo, Dr. Cristiano Cervi; do presidente da Fundação Universidade de Passo Fundo (FUPF), Me. Luiz Fernando Pereira Neto; da presidente do Conselho Regional de Desenvolvimento da Região da Produção (Corede), Munira Awad; do presidente do Legislativo, Fernando Rigon (PSDB); e do vereador Patric Cavalcanti.

Na pauta, questões pertinentes à comunidade acadêmica e regional, como a melhoria do trevo de acesso à BR 285, nas proximidades do Campus I, e a viabilização das linhas de crédito, por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para as Instituições Comunitárias de Ensino Superior (Ices).


Demandas em debate

Sobre a melhoria no trevo de acesso, os representantes da Universidade relataram ao Ministro a importância de um olhar mais cuidadoso em função da alta trafegabilidade, sendo uma das mais transitadas da região, principalmente por caminhões que transladam mercadorias para a Argentina e outros países do Mercosul. Além disso, a rodovia recebe, diariamente, milhares de veículos de passeio e de transportes coletivos da cidade e dos mais de 150 municípios que fazem parte da região de abrangência da UPF.

Com os dados em mãos, a reitora, juntamente com os demais, reiterou ao Chefe da Casa Civil a solicitação para que medidas urgentes sejam tomadas. ''A concretização dessa importante obra, que é uma reivindicação recorrente e uma necessidade notória a todos aqueles que transitam por essa rodovia, irá minimizar os altos riscos e transtornos enfrentados no trecho, bem como proporcionará melhorias aos que cruzam a rodovia para acessar o Campus da UPF e, em especial, aos que trafegam com caminhões e que utilizam o Distrito Industrial'', destacou a reitora.

Os representantes também apresentaram dados e informações sobre a realidade das instituições de ensino superior de caráter comunitário, pontuando algumas dificuldades quanto à conquista de financiamentos e verbas. ''Frente a essa realidade, faz-se necessário que o Governo Federal analise o contexto atual das Instituições Comunitárias de Ensino Superior e avalie o potencial dessas instituições para contribuir com o desenvolvimento da educação superior brasileira, bem como das comunidades nas quais estão inseridas'', pontuou Bernadete.

Por fim, a Universidade, bem como a Fundação e o Corede, colocaram-se à disposição do Ministro para contribuir no que for necessário para que as demandas sejam atendidas. 

A comitiva da UPF também participou da reunião almoço organizada pelas entidades de classe de Passo Fundo e região.

(Fonte: Assessoria de Imprensa UPF.  Fotos: Comunicação Social - Câmara de Vereadores de Passo Fundo).

 


Compartilhe esta notícia em suas redes sociais