Política

Vereadores aprovam projeto para assentos preferenciais em paradas de ônibus de Carazinho

Jornalista Gazeta
Setembro 09 / 2019

Idosos, gestantes, lactantes e pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida deverão ter assentos preferenciais em paradas de ônibus em Carazinho, conforme projeto aprovado por unanimidade na noite desta segunda-feira (09) na câmara dos vereadores. O projeto de lei foi sugerido pelo vereador Gian Pedroso (PSB) que regra a situação. Atualmente, no município existem 276 abrigos para passageiros de ônibus que deverão receber a alteração.

Pela matéria, fica assegurado o mínimo de uma vaga por parada de ônibus, a qual deverá estar identificada como reservada para uso preferencial. De acordo com o proponente, principalmente em horários de pico, é comum ver pessoas desses grupos citados, aguardando o ônibus em pé, enquanto outras sem nenhuma limitação física estão sentadas.

A proposição segue agora para a sanção do Executivo Municipal.

 

Pedido de Vista

Estavam previstos também para irem à votação dois projetos de lei de autoria de vereadores, porém, os mesmos foram retirados da pauta devido a um pedido de vista do vereador Márcio Hoppen, o Guarapa (MDB). Um deles o PLL 072/19, de autoria da vereadora Janete Ross de Oliveira (PSB), que obriga bares, restaurantes e casas noturnas a adotar medidas de auxílio à mulher que se sinta em situação de risco; e do substitutivo ao PLL 102/18, os dois de autoria do vereador Ivomar de Andrade (PTB), que dispõe sobre as sanções administrativas aplicadas pelo município às pessoas flagradas fazendo uso de drogas ilícitas em locais públicos. As duas matérias devem retornar para a pauta na próxima sessão.

 

(Com informações Ascom Câmara de Vereadores. Foto Grupo Gazeta/Ana Maria Leal).


Compartilhe esta notícia em suas redes sociais