Educação

Sandra Bandeira Guerra assume secretaria de Educação de Carazinho

Jornalista Gazeta
Agosto 13 / 2019

Com a saída de Lucas Lopes da secretaria municipal de Educação e Cultura de Carazinho quem irá assumir sua função é Sandra Bandeira Guerra. A informação foi confirmada pelo prefeito Milton Schmitz em entrevista para a Rádio Gazeta AM na tarde desta terça-feira (13).

O chefe do executivo disse que a saída de Lucas ocorre em razão de que o jovem emedebista pretende concorrer novamente ao Legislativo em 2020. ''Essa saída é um planejamento de gestão que estamos fazendo, já que em março as pessoas que querem se candidatar nas eleições e estão em cargos públicos devem deixar suas funções, então como a gente sabe que existe este interesse de Lucas, achamos melhor que ele saía neste momento para já planejarmos os projetos para os mais de cinco mil alunos e professores que fazem parte da rede municipal'', disse o prefeito.

Nossa reportagem manteve contato com Sandra Guerra que afirmou que aceitou o convite. Ela tem 20 horas na secretaria municipal de Educação e também já foi coordenadora da 39ª CRE com sede em Carazinho na gestão do governo estadual de José Ivo Sartori.

Com esta mudança o novo coordenador da educação básica da SMEC será Lúcio Martins Pinto, que hoje está a frente da Biblioteca Pública e em seu lugar na Biblioteca assume Silvana Xavier e a nova coordenadora pedagógica será Vânia Tavares. 

Com a saída da educação, Lucas Lopes volta a assumir sua cadeira na Câmara de Vereadores pela qual foi eleito em 2016.

Já o vereador Gilson Haubert - que é suplente do partido e estava no Legislativo - foi procurado pela nossa reportagem e afirmou que irá se reunir com o prefeito hoje à tarde para decidir se irá assumir alguma função na administração municipal.

Esta foi a primeira exoneração no primeiro escalão da atual administração.





Compartilhe esta notícia em suas redes sociais