Política

22 deputados gaúchos votam a favor da reforma da Previdência

Jornalista Gazeta
Julho 11 / 2019

A maioria da bancada gaúcha votou pela aprovação do texto principal da reforma da Previdência na noite desta quarta-feira (10), na Câmara dos Deputados. Foram 22 votos favoráveis e nove contrários.

No plenário, a proposta de emenda à Constituição (PEC) foi aprovada por 379 votos a favor e 131 contra.

Os deputados Liziane Bayer (PSB) e Marlon Santos (PDT) não seguiram a orientação do próprio partido e votaram a favor das mudanças nas aposentadorias - as duas siglas haviam fechado questão para que seus parlamentares votassem contra a reforma. Há, inclusive, ameaças dos presidentes nacionais das siglas de que esses parlamentares podem ser expulsos dos partidos.

Votos a favor da Previdência:

Afonso Hamm (PP)

Alceu Moreira (MDB)

Bibo Nunes (PSL)

Carlos Gomes (PRB)

Daniel Trzeciak (PSDB)

Danrlei de Deus (PSD)

Darcisio Perondi (MDB)

Giovani Cherini (PL)

Giovani Feltes (MDB)

Jerônimo Goergen (PP)

Liziane Bayer (PSB)

Lucas Redecker (PSDB)

Márcio Biolchi (MDB)

Maurício Dziedricki (PTB)

Marcel Van Hattem (Novo)

Marcelo Moraes (PTB)

Marlons Santos (PDT)

Nereu Crispim (PSL)

Onyx Lorenzoni (DEM)

Pedro Westphalen (PP)

Ronaldo Santini (PTB)

Ubiratan Sanderson (PSL)

Votos contra a Previdência: 

Afonso Motta (PDT) 

Bohn Gass (PT)

Fernanda Melchionna (PSOL)

Heitor Schuch (PSB)

Henrique Fontana (PT) 

Marcon (PT)

Maria do Rosário (PT)

Paulo Pimenta (PT)

Pompeo de Mattos (PDT) 



(Fonte: Gaúcha/ Foto: Luis Macedo - Câmara)



Compartilhe esta notícia em suas redes sociais