Gazeta

Tribuna Livre na Gazeta AM: Predominam questões de saúde e melhorias para a praça Albino Hillebrand

Jornalista Gazeta
Julho 06 / 2019

O programa Tribuna Livre que é dedicado para a comunidade falar diretamente com as autoridades sobre questões da sua rua, bairro, da cidade de Carazinho, vai ao ar todos os sábados das 10h às 11h pela Rádio Gazeta AM. É a oportunidade de os moradores encaminharem pedidos de melhorias e agradecer em situações nas quais foram atendidos, num programa que também é aberto a secretários, vice, prefeito e vereadores, para que respondam a essas pessoas.

Para participar aos sábados os contatos são: telefones (54) 3330 1399, 3329 4515 e wattsApp da Gazeta (54) 9 9157 1687. 


Confira um resumo do programa deste sábado, 05 de julho:



- Ouvinte pede mais atenção para a praça Albino Hillebrand, diz que há locais onde o calçamento está se soltando e não é recuperado, lixeiras quebradas, falta banco, e o banheiro não tem condições de uso, com mau cheiro frequente. (FOTO).

- Morador estava na praça e precisou buscar uma água para tomar remédios, foi ao banheiro, e não tinha nem torneira. Essa pessoa também reclamou a demora na saúde pública: precisou de remédios e teve comprar porque não tinha na farmácia básica, e está esperando há meses para fazer dois exames (raio x e outro referente a tratamento da próstata).

- Ouvinte atua no ramo farmacêutico diz que basta fazer uma pesquisa para constatar que centenas de pessoas que procuram a farmácia básica não conseguem as medicações e precisam comprar do próprio bolso.

- Idosa de 72 anos vai desde janeiro na saúde pública, não teve bom atendimento, e disseram que tenha paciência e espere pelo seu agendamento. 

- Ouvinte pede colocação de banco na parada de ônibus do bairro Conceição.

- Sobre o preço da passagem de ônibus em Carazinho, que deve aumentar, ouvinte diz que houve ganância da Empresa Glória quando ganhou a licitação e colocou o preço da passagem lá em baixo, mas não pensou no futuro.

- Bom dia Ana e seu Hélio, Falando em banheiro das praças, eu moro bem pertinho aqui da praça do Senai aqui nem banheiro tem. Quando foi nas eleições esteve um candidato aqui em casa eu pedi um banheiro aqui e alguns aparelhos para nós mais idosos fazer exercícios, ele falou que era uma boa ideia, mas ele se elegeu, nunca mais passou aqui por perto. É sempre assim, se elegeu, nunca mais. Mas vai ter eleições de novo, que me apareça aqui, por favor .

- Sobre esse cidadão, falou é a pura verdade, nossa praça é vergonhosa. Esses vereadores é só blá, blá, blá, blá. 

- Bom dia. A verdade é que a saúde está péssima, bom atendimento só no Hospital de Caridade. O nosso prefeito só pensa em logística. Vanderlei, bairro Floresta.

- Ana, vc viu a ação solidária do meu Inter com a participação do Grêmio, me emocionei 🙏🙏

- Bom dia Ana e Hélio, o problema das lâmpadas no campo do Farroupilha continua, falei com os caras da Eletrocar, disseram que o prefeito tem que comprar as lâmpadas e  não compra. Jorge Santos.

- Eu gostaria de saber porque demora tanto chamar, estou na fila de espera pra levar um resultado de uma angioplastia pra Drª Roseli, fiz esse exame em fevereiro e até agora não consegui levar pra ela, vou lá no CEM, eles dizem que tem que esperar, meu Deus, até quando? eu preciso tomar remédio pois eu tenho os batimentos muito fraco, me ajude por favor! Um bom dia a todos vcs.

- Rua Caçapava, bairro Floresta, porque será que só enrolam com o asfalto? a empresa sumiu de vez, hoje faz 10 meses que tá assim, obras paradas, eles não nos respondem, o que tá acontecendo? Cansado de promessas😡😡 abraços

- Marisa, moradora do distrito de São Bento, aguarda desde fevereiro agendamento com o Dr. André Lau para tratamento dos rins, e diz que quando consultou ele pediu que ela voltasse logo.

- Avó conta que seu neto de 2 anos está com uma hérnia nos testículos, chora de dor, e não conseguem rapidez no atendimento, pois na saúde pública dizem que tem que aguardar pois está na fila de espera.

- Moradora do bairro Floresta diz que desde novembro do ano passado aguarda na fila para ser encaminhada para exame de saúde. 

- Morador da rua José Biachi, Vila Nova, quer saber porque a obra na rua parou em novembro do ano passado e não foi retomada. 

- Morador de 81 anos, Olivo Wilmes, pergunta se idosos não tem prioridade, pois precisou de atendimento na unidade de saúde do bairro Medianeira e agendarem para o dia 25 de julho. Seu atendimento é domiciliar, pois não consegue caminhar.

- Neli aguarda encaminhamento para novo exame solicitado na saúde pública, está em tratamento, e após procurar o ESF Passo D?Areia, onde é muito bem atendida, lamenta a demora pois o exame foi marcado para daqui a três meses.  



OS COMENTÁRIOS SÃO DE INTEIRA RESPONSABILIDADE DOS OUVINTES QUE SE MANIFESTAM AO LONGO DO PROGRAMA. 

Compartilhe esta notícia em suas redes sociais