Polícia

Justiça deve decidir sobre o momento de mandar Lula para a penitenciária

Jornalista Gazeta
Fevereiro 11 / 2019

Quando julgar o recurso da segunda condenação do ex-presidente Lula, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) poderá rever sua prisão em uma sala especial da Polícia Federal, em Curitiba, até por provocação do Ministério Público Federal (MPF). A avaliação é que Lula desfruta de tratamento privilegiado e a questão poderá também ser suscitada pelo novo juiz titular da 13ª Vara Federal, Luiz Antonio Bonat. As informações são do Diário do Poder.

Sérgio Moro ordenou o cumprimento da pena em uma sala da Polícia Federal, por sua condição de ex-presidente, mas não há previsão legal para isso. O custo de Lula em Curitiba é de 10 mil reais ao dia, enquanto o custo médio de um presidiário no Brasil não passa de 2 mil e 700 por mês.  As duas sentenças de Lula já somam 25 anos e ainda há sete outros processos que podem totalizar mais de cem anos de prisão. 



Compartilhe esta notícia em suas redes sociais