Geral

Acidente com van transportando crianças em Carazinho é tema na câmara de vereadores

Jornalista Gazeta
Julho 10 / 2018

O fato ocorrido no final de junho e sobre o qual nada foi informado para a imprensa pela secretaria municipal de Educação de Carazinho foi abordado pelo vereador Alaor Tomaz (PDT) durante a sessão ordinária desta segunda-feira (09). Ele disse ter sido procurado por familiares de alunos desde o dia do acidente com as crianças transportadas pela rede municipal de ensino para o bairro São Lucas, e que os pais querem informações. ''A questão é a transparência para a comunidade sobre o que ocorreu, não se sabe como aconteceu, o motivo, e sem explicações gera muita especulação sobre as condições do veículo, de quem estava conduzindo o veículo, se havia monitor na van na ocasião. A gente não sabe o que é verdade e o que não é'' disse o vereador, pois considera que como nada foi esclarecido a respeito aumentam os questionamentos sobre o episódio.

O vereador Tenente Costa (PP) disse que também ficou preocupado com o acidente com os alunos, e que da mesma forma recebeu vários telefonemas de famílias moradoras no bairro São Lucas. ''Fiz contato com o secretário Lucas e ele já estava no local do acidente, vou questionar sobre a situação do monitor a ele, mas já posso dizer que não procede a informação que não foi dado apoio às famílias dos alunos, pois o secretário foi uma das pessoas que ficaram até às 02h da madrugada no hospital enquanto as crianças eram atendidas''.

O vereador não se aprofundou no assunto sobre o fato de um familiar ter tido que a orientação do secretário de Educação Lucas Lopes foi para que não registrassem ocorrência na delegacia de polícia, fato que gerou os questionamentos sobre porque esconder o acidente.

O fato

No dia 28 de junho os alunos retornavam do Patronato Santo Antonio quando ao chegar no bairro São Lucas houve um acidente com a van na qual estavam. Segundo relato da mãe de uma das crianças o motorista não teria parado, e entrou em alta velocidade no bairro, perdeu o controle da direção, indo parar sobre um barranco.

Chovia no momento do acidente, e ainda segundo uma das mães, o relato das crianças foi de que o motorista demostrava irritação, não quis leva-las até uma parada de ônibus próxima nem chamar o Samu, que foi acionado pelos pais dos menores. 


(Fotos dos vereadores: Arquivo Câmara de Carazinho). 

Compartilhe esta notícia em suas redes sociais