Agronegócio

Cotrijal engajada na campanha 'Maio Amarelo' por um trânsito mais seguro

Emilio Arruda
Maio 16 / 2018

Claudir João Kaiser é motorista da Cotrijal há 20 anos e sempre um apaixonado pela profissão. Todos os dias quando saí com a missão de transportar suas cargas sabe que é um patrimônio valioso para sua família e empresa, por isso, toma todas as precauções para uma viagem tranquila, sem acidentes ou imprevistos dentro e fora do caminhão. 

"Estar na estrada é sempre um risco muito grande. Por isso, não podemos nos descuidar dos equipamentos de proteção individuais, da manutenção dos veículos, a atenção, a estrada e a segurança de todos. A Cotrijal nos dá todo suporte para trabalhar e retornar bem", relata Kaiser.

Compartilhando desta preocupação, a Cotrijal aderiu ao movimento internacional 'Maio Amarelo',  com atenção voltada a redução de acidentes de trânsito. "As medidas preventivas acontecem o ano todo, porém, durante o mês de maio, nós da Cotrijal queremos chamar atenção sobre a importância do tema, estimulando a participação dos nossos colaboradores, da população, empresas, governo e entidades", aponta o presidente da  Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) Sede, Leandro Orso do Nascimento.

Nós somos o trânsito

O tema do movimento 'Maio Amarelo' para 2018 é ''nós somos o trânsito'', apontando a importância para que cada um faça sua parte para um trânsito seguro. Pedro Vitor Tariga é borracheiro da Cotrijal há 24 anos e sabe muito bem que todas as peças são fundamentais para um trajeto sem contratempos.

"A minha parte em toda essa engrenagem é revisar e atestar a aptidão dos pneus, apertar as polcas, orientar o motorista a observar para não dar nenhum problema na viagem. Além de atraso na viagem, um pneu ruim pode causar muitos problemas. Então eu entendo a importância do meu trabalho para que todos retornem bem para os seus lares ao final do dia. Segurança no trânsito é um conjunto de fatores", menciona Tariga.

O maior patrimônio são as pessoas

Hoje a Cotrijal possui em torno de 180 veículos leves e 60 pesados. Mas Júnior Fabio Rosa dos Santos, gerente de Logística, destaca que a cooperativa possui preocupação constante com as pessoas, que são o maior patrimônio da organização. "Existe um padrão para a utilização dos veículos da organização, regras que garantem ao bem-estar dos usuários, dos demais condutores e pedestres que estão trafegando, economia dos recursos, menor impacto ambiental e também frota com vida útil mais duradoura", explica.

Entre as medidas que geraram maior mudança, Santos menciona a telemetria veicular ? uma solução de monitoramento que visa a gestão de dirigibilidade feita por medição de performance do veículo, como velocidade, acionamento de freios, embreagens, entre outros. "O principal objetivo da telemetria hoje é a segurança. Já notamos mudanças de educação no trânsito, redução da velocidade média, menos registros de acidentes, menor custo com manutenção e combustível, consequentemente, menor emissão de Dióxido de Carbono (CO2)", avaliou.

O gerente de Logística acrescenta que a Cotrijal disponibiliza e fiscaliza para que todos usem sinto de segurança, equipamentos de proteção e alguns colaboradores passam por treinamento de direção defensiva. A cooperativa também realiza a manutenção preventiva e corretiva de todos os veículos.

Prudência e atenção - Almir César Rambo é engenheiro agrônomo e entende o veículo como uma ferramenta de trabalho, por isso, cuidado na direção para ele é prioridade. "Da mesma forma como tomo cuidado com o uso de equipamentos de proteção para manusear um agroquímico, por exemplo, sou atento a forma como utilizo o veículo para chegar ao produtor. Atenção ao uso das setas, ao respeito do limite de velocidade principalmente, cuido para não utilizar o celular enquanto estou dirigindo, por exemplo. Assim estou preservando o patrimônio, a saúde da gente e a nossa presença tanto na empresa quanto na família", comentou.

Maio Amarelo - A escolha do mês de maio foi motivada pela proposta da Organizações das Nações Unidas (ONU), quando decretou a Década de Ação para Segurança no Trânsito em maio de 2011. A partir de então, o mês temático é proposto no mundo inteiro. Já a cor amarela foi escolhida por ser a cor da advertência no trânsito: placas amarelas alertam motoristas/motociclistas sobre possíveis problemas à frente; e a cor amarela do semáforo traduz-se em atenção. 



(Fonte: Ascom/ Cotrijal)



Publicado por: Emilio Arruda E-mail: emilio@gazeta670.com.br
Compartilhe esta notícia em suas redes sociais