Região

Leite: Cotrijal alerta sobre sinal verde para as pastagens de inverno

Jornalista Gazeta
Março 13 / 2018

É no inverno que o rebanho expressa o seu melhor potencial para a produção de leite. Segundo o Departamento Veterinário da Cotrijal, nos meses com temperaturas mais amenas, um rebanho bem alimentado pode representar um incremento significativo na hora da ordenha.

É com foco nesses números que a cooperativa retoma a Campanha Forrageira de Inverno, que facilita a aquisição de insumos para a formação de uma caprichada pastagem. Através dessa campanha o produtor pode adquirir sementes e fertilizantes com uma condição especial de pagamento para associados da Cotrijal.

André Dieter Borghardt, 39 anos, de Posse Gonçalves - Tio Hugo, está organizado para adquirir os insumos para a formação de pastagens neste inverno. Será o segundo ano consecutivo que o produtor realiza esses investimentos direcionados para a alimentação do rebanho, através da campanha desenvolvida pela Cotrijal. ''É uma forma facilitada de incentivar o produtor a formar uma boa área de pasto para o rebanho, o que vai nos garantir animais bem alimentados e consequentemente uma boa produção de leite'', destaca o produtor.

Satisfeito com os resultados obtidos em 2017, o produtor considera importante a forma como a campanha é conduzida, principalmente com a divulgação dos resultados que cada material apresentou nos testes realizados no campo. ''Estamos investindo em algo que sabemos que trará retorno, isso é o mais importante'', destaca Borghardt, que trabalha com 18 animais em ordenha, com produção média de 29 litros vaca/dia.

A HORA CERTA DA SEMEADURA

Produtores de Igrejinha (Coqueiros do Sul) prestigiaram a palestra na noite desta segunda-feira, dia 12/03

Está na pauta das palestras de divulgação da campanha a importância de uma escolha assertiva dos materiais, momento da semeadura e adubação. Conforme o coordenador do Departamento Veterinário da Cotrijal, Alan Issa Rahman, as palestras têm o objetivo de reforçar alguns conceitos e apresentar dados que comprovam que o pasto é uma alimentação barata e eficiente, desde que esteja bem implantada.

''Precisamos de um pasto que permita de seis a nove cortes, que garanta seis meses de alimentação farta. Para isso é recomendado um plantio escalonado entre os materiais, iniciando com as aveias em março e complementando com os azevéns em abril'', destaca o coordenador, responsável pelas palestras em todas as unidades da cooperativa.

A CAMPANHA

Período: de 19 de fevereiro a 29 de março.

Condições: pagamento em 4 vezes (agosto, setembro, outubro, novembro).

Público: associados Cotrijal

Mais informações: profissionais do DEVET.

Fonte: Ascom Cotrijal.




Compartilhe esta notícia em suas redes sociais