Polícia

Carazinho registra as primeiras mortes violentas de 2018

Jornalista Gazeta
Janeiro 13 / 2018


Por volta das 15h deste sábado, 13, a Brigada Militar, SAMU, Polícia Civil e IGP atenderam a um caso de duplo homicídio em Carazinho. Um grupo de amigos, moradores de Não-Me-Toque, vieram para Carazinho efetuar trilha com suas motos, momento em que estavam no Parque da Cidade, próximo ao Santuário de Santa Rita, três deles foram surpreendidos por dois bandidos, pelo menos um deles armado de revólver, que ordenaram que os três descessem das motos e deitassem com o rosto para o chão. Quando os ladrões estavam se preparando para levar os veículos, muito provável que duas das vítimas tentaram reagir e acabaram baleadas. As vítimas fatais foram identificadas como, Alexandre Cristiano Soder, 28 anos e Carlos Henrique Hoppen, de 22 anos de idade. Um terceiro trilheiro conseguiu fugir correndo para o mato. Após os tiros os assassinos levaram uma das motos, uma CRF 230cc, vermelha e branca. O sobrevivente foi encontrado pela Brigada Militar distante três quilômetros do local em estado de choque, tendo de ser socorrido pelo SAMU e encaminhado até o HCC onde segue hospitalizado.

O local foi periciado, sendo encontrado um tiro em cada corpo. As motos foram recolhidas pelo guincho e os corpos encaminhados para necropsia que deve ocorrer no IML de Carazinho.

A Brigada Militar efetuou buscas pela região mas nenhum suspeito foi encontrado até o momento. Moradores próximos teriam avistado duas motos em alta velocidade após o ato, sendo uma com as mesmas características da roubada.





Fotos: Tiago Borges/Grupo Gazeta




Compartilhe esta notícia em suas redes sociais