Educação

Ano letivo da rede estadual de ensino não acabou em apenas uma escola de Carazinho

Ana Maria Leal
Janeiro 12 / 2018

Das escolas da área abrangida pela 39ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) com sede em Carazinho, apenas duas ainda estão com o ano letivo em andamento em razão do período de greve de servidores do magistério público estadual no ano de 2017. São elas a Escola Estadual de Ensino Médio Ernesta Nunes, em Carazinho, e o Instituto Estadual Educacional São Francisco Solano, em Não Me Toque.

Em entrevista para a Rádio Gazeta nesta sexta-feira (12) a coordenadora pedagógica da 39ª CRE, Lucia Bandeira, informou ainda que a maioria das escolas da rede estadual está encerrando suas atividades nesta semana. ''Permanece com uma turma a Ernesta Nunes, o 4º ano, com aula até o dia 23 de janeiro. Hoje tem duas formaturas da Ernesta, o 9º e 3º ano. O Sorg encerrou hoje. Na região da coordenadoria, permanecem em aula a Solano de Não-Me-Toque até o dia 22 de janeiro''.

94 dias

A greve do magistério no ano de 2017 foi encerrada após 94 dias em decisão que foi tomada em assembleia geral no Gigantinho, em Porto Alegre. Foi a maior paralisação do magistério desde 1987, quando os docentes paralisaram por 96 dias, mas a movimentação começou a enfraquecer em novembro, quando a maioria das escolas já havia retomado as aulas. 


(Foto Grupo Gazeta / Tiago Borges). 

Publicado por: Ana Maria Leal E-mail: anamaria@gazeta670.com.br
Compartilhe esta notícia em suas redes sociais