Internacional

Brasileiro vira preso político na Venezuela acusado de complô contra o presidente Maduro

Ana Maria Leal
Dezembro 31 / 2017

O Ministério das Relações Exteriores está em negociação com o governo da Venezuela na tentativa de obter a liberação de um brasileiro preso no país vizinho essa semana. De acordo com o governo brasileiro, o Consulado do Brasil em Caracas mantém contato com as autoridades locais e com a família do jovem detido. As informações são da Agência Brasil.

Segundo agências internacionais, a prisão do brasileiro Jonatan Moisés Diniz, de 31 anos, foi anunciada pelo deputado Diosdado Cabello, um dos principais nomes do governo Nicolás Maduro. 

Jonatan Diniz seria membro de uma ONG filantrópica que atua na Venezuela, mas de acordo com o deputado chavista, a entidade atua contra o governo de Maduro.

Os governos brasileiro e venezuelano estão em crise diplomática desde a semana passada, quando o embaixador do Brasil em Caracas foi declarado persona non grata pela Assembleia Nacional Constituinte.




Publicado por: Ana Maria Leal E-mail: anamaria@gazeta670.com.br
Compartilhe esta notícia em suas redes sociais