Educação

UPF e UFFS firmam parceria para colaboração mútua

Emilio Arruda
Dezembro 19 / 2017

Na manhã desta segunda-feira (18), o reitor da Universidade de Passo Fundo (UPF), José Carlos Carles de Souza, juntamente com os vice-reitores de Pesquisa e Pós-Graduação, Leonardo José Gil Barcellos, e de Extensão e Assuntos Comunitários, Bernadete Maria Dalmolin, receberam uma comitiva da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS). O encontro contou com a participação do reitor da UFFS, Jaime Giolo; do diretor do Campus Passo Fundo, Vanderlei de Oliveira Farias; e dos pró-reitores Gustavo Olszanski Acrani e Flávia Pereira Reginatto. Na oportunidade, foi assinado um protocolo de intenções entre as instituições visando estabelecer e promover relações de colaboração mútua de caráter técnico-científico.

De acordo com o professor José Carlos, o interesse em realizar ações compartilhadas é mútuo. ?Não há como não nos enxergarmos como instituições importantes para a comunidade sem nos integrarmos. É hora de facilitar essa aproximação de saberes e conhecimento. De nossa parte, temos todo interesse em firmar essa parceria e ampliar as ações compartilhadas, tornando Passo Fundo e região ainda maiores e cada vez mais referências na área da saúde e da educação?, destacou.

Para o vice-reitor de Pesquisa, Leonardo Barcellos, a união dos esforços engrandece a pesquisa e, de maneira direta, beneficia a comunidade. ?A pesquisa é uma peça fundamental nas instituições de ensino superior e todos ganham se houver um trabalho conjunto e de potencialização das ações. O crescimento da pesquisa acadêmica passa por essas parcerias que proporcionam a ampliação do conhecimento e da formação por meio da troca?, pontou.

Segundo a vice-reitora de Extensão e Assuntos Comunitários, Bernadete Maria Dalmolin, na prática, algumas dessas parcerias já são efetivas, pois a UPF trabalha com púbicos e instituições comuns no campo da saúde. ?Então, é salutar que possamos realizar ações conjuntas e complementares, potencializando tanto as vivências acadêmicas quanto o trabalho com a comunidade?, ressaltou. 

Segundo Jaime Giolo, o objeto do convênio é essencialmente a pesquisa, a ser desenvolvida pelos pesquisadores de ambas as instituições. Em sua opinião, o convênio trará benefícios e é a consolidação de uma parceria que já existe entre a UPF e a UFFS. ?O terreno da saúde é muito amplo e apresenta desafios grandiosos, e as universidades têm a obrigação de estar atentas, buscando soluções. Fico muito satisfeito com essa integração, que irá produzir efeitos positivos para a região em geral?, ressaltou.


(Fonte: Assessoria de Imprensa)



Publicado por: Emilio Arruda E-mail: emilio@gazeta670.com.br
Compartilhe esta notícia em suas redes sociais