Política

Bancada do PSDB de Carazinho divulga nota em repúdio a Aécio e Temer

Ana Maria Leal
Maio 18 / 2017

Foi o vereador João Pedro Albuquerque de Azevedo, líder da bancada do PSDB na câmara de vereadores de Carazinho, quem falou com a Rádio Gazeta nesta quinta-feira (18) depois da divulgação de que o presidente nacional do partido, o senador Aécio Neves (PSDB-MG), foi flagrado em gravação entregue pelo dono da empresa JBS, Joesley Batista, à Procuradoria-Geral da República (PGR), pedindo R$ 2 milhões ao empresário para pagar despesas com sua defesa na Operação Lava-Jato. O senador foi afastado de sua função nesta quinta-feira pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin, e a seguir anunciou que está deixando o cargo de presidente do PSDB. 

A divulgação foi feita nesta quarta-feira (17) pelo jornal O Globo, e inclui, ainda, a gravação envolvendo o presidente Michel Temer, acusado de dar aval para que o empresário Joesley Batista, um dos donos do frigorífico JBS, comprasse o silêncio do ex-deputado federal Eduardo Cunha.

Quando concedeu entrevista para a Rádio Gazeta o vereador João Pedro informou que já havia divulgado nas redes sociais nota a respeito do assunto, repudiando tanto o senador tucano quanto o presidente peemedebista. ''Pessoalmente, ao mesmo tempo que fico frustrado com tudo isso, tanta corrupção tomando conta do pais, é com alegria que se vê isso sendo escancarado, para que em determinado momento se possa tirar da politica pessoas que maculam tanto o desenvolvimento do nosso país. Tanto dinheiro que poderia estar sendo investido na população, saúde, educação segurança, dando maior dignidade, mas se vê que finalmente pode haver um caminho e que a gente se livre disso tudo, começa por essas denuncias, a corrupção vindo a tona, para intimidar quem quer entrar na politica apenas para benefícios pessoais, mas para que entre na politica para transformar a vida da comunidade, vida da sociedade, não apenas para grupo de pessoas. Não é algo ruim que aconteceu, há a imagem do partido ligada ao senador Aécio, mas digo que uma pessoa não representa o partido, não é só ele que tem envolvimento nesse escândalo de corrupção, mas nosso posicionamento é para afastar os maus políticos do país e do PSDB'', declarou. 

Confira a íntegra da nota divulgada pelo vereador líder da bancada do PSDB na câmara de Carazinho. A bancada é formada ainda pelos vereadores Fábio Zanetti e Erlei Vieira. 


''FORA, AÉCIO!! FORA, TEMER!!

NOTA DOS VEREADORES DO PSDB DE CARAZINHO

Como Líder da Bancada do PSDB na Câmara de Carazinho - composta pelos vereadores Erlei Vieira, Fábio Zanetti e João Pedro -, declaro o nosso REPÚDIO ao Presidente Nacional do partido, Senador Aécio Neves, diante das denúncias e evidências reveladas pelo Jornal O Globo, que comprometem a sua legitimidade de permanecer na presidência ou em qualquer outro cargo de comando ou liderança do PSDB.

Respeitado o direito ao contraditório e à ampla defesa, as informações reveladas põem em cheque a idoneidade moral do Senador Aécio, de modo que entendemos que o partido só deve admitir analisar o seu retorno após eventual conclusão, pelos órgãos judiciais ou investigatórios, pela inexistência de atos de improbidade ou corrupção, ou, ainda, pela absolvição em eventual ação judicial.

Condenamos veementemente atos como os atribuídos ao Senador, e damos total apoio à decisão do STF que determinou o seu afastamento do Senado. O Senador nos ENVERGONHA e NÃO NOS REPRESENTA!

Não temos corruptos de estimação, e torcemos para que, ao se confirmarem as acusações, o Senador Aécio, assim como os demais parlamentares que tiverem envolvimento em atos de corrupção, seja EXEMPLARMENTE PUNIDO!

Igualmente, declaro o nosso apoio à IMEDIATA SAÍDA DO PSDB do governo TEMER, que, definitivamente, TAMBÉM NOS ENVERGONHA, NÃO NOS REPRESENTA e NÃO MAIS POSSUI QUALQUER LEGITIMIDADE para seguir à frente do comando do nosso país!

João Pedro Albuquerque De Azevedo''.                     







Publicado por: Ana Maria Leal E-mail: anamaria@gazeta670.com.br
Compartilhe esta notícia em suas redes sociais