Política

Manifestantes contra o impeachment provocam destruição por onde passam em São Paulo

Ana Maria Leal
Agosto 31 / 2016



Manifestantes contrários ao impeachment que se aglomeravam em frente ao Museu de Arte Moderna de São Paulo (Masp) iniciaram uma peregrinação pelas ruas da capital paulista sob gritos de "fora Temer" e "não tem arrego" e deram início a um espetáculo de horror nesta quarta-feira (31). Além de depredar agências bancárias, bares e restaurantes com clientes presentes, formaram barricadas ateando fogo em lixo e outros materiais em diversas ruas da cidade.

A tropa de choque da Polícia Militar tentou dispersar os baderneiros com bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha, mas a estratégia dos manifestantes é se reagrupar em outros pequenos grupos e retomar o quebra-quebra. Uma viatura da Polícia Civil, que estava estacionada em uma das ruas foi totalmente destruída e os marginais tentaram tombar o veículo, mas não conseguiram.

Manifestação

Em outro ponto da Avenida Paulista, em frente ao prédio da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp) a manifestação segue pacífica em comemoração ao afastamento definitivo de Dilma Rousseff da Presidência da República. Dois bonecos gigantes da ex-presidente e do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), ambos vestidos de presidiários, foram inflados e carregados pelos participantes. As informações e foto são do Diário do Poder.








Publicado por: Ana Maria Leal E-mail: anamaria@gazeta670.com.br
Compartilhe esta notícia em suas redes sociais