Geral

Carazinho celebra centenário de Leonel de Moura Brizola

Janeiro 22 / 2022

O ano de 2022 marca 100 anos de nascimento de Leonel de Moura Brizola, gaúcho nascido em Cruzinha, localidade no interior de Carazinho, que morreu em 2004 no Rio de Janeiro, vítima de um infarto e teve sua vida política eternizada na história. 

Prefeito de Porto Alegre, deputado estadual e federal, governador do Rio Grande do Sul (1958), e duas vezes governador do Rio de Janeiro (1983 e 1991), Brizola também é lembrado pela liderança na Campanha da Legalidade, pela fundação do PDT, e por ter concorrido à Presidência da República.

O ano do seu centenário tem celebrações no Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, e Brasília, entre outros. 

Em Carazinho representantes do PDT e simpatizantes de Brizola levaram flores ao busto que o homenageia e está localizado na praça Albino Hillebrand, onde foram feitos pronunciamentos nesta manhã de sábado (22).

Em Porto Alegre uma peça teatral aborda a vida do político, é intitulada Leonel e tem direção-geral e roteiro de Caco Coelho.

No Rio de Janeiro o ato de lançamento da programação no Palácio da Cidade, em Botafogo, teve a presença de Leonel Brizola Neto.

A deputada Juliana, neta de Brizola, participou nesta semana em Brasília do lançamento do documentário Anotações para uma história, Leonel de Moura Brizola, do cineasta e historiador Sílvio Tendler, em uma coprodução com a RioFilmes. Em entrevista para a Rádio Gazeta ela disse que pretende trazer o documentário para exibição especial em Carazinho, também como forma de marcar o ano do centenário.

Ainda integrando as comemorações, o Grupo Editorial Record relança em fevereiro, pelo selo Paz & Terra, ‘Brizola’, a biografia escrita por Clóvis Brigagão e Trajano Ribeiro.




Publicado por: Emilio Arruda E-mail: emilio@gazeta670.com.br
Compartilhe esta notícia em suas redes sociais