Coluna Circulando e a política atual.

Disputa em família.

Ana Maria Leal
Setembro 16/ 2020

Um fato que chamou a atenção na nominata progressista apresentada durante a convenção do dia 11 foi a presença de dois irmãos que vão disputar votos para a câmara de vereadores.

Estou falando da família Sant'Anna de Moraes.

Fernando, atual vice-prefeito e ex-vereador, e Rafael, ex-presidente da Eletrocar.

Na convenção, houve surpresa com o fato.

Hoje procurei por ambos para saber se mantiveram seus nomes, ou se algo havia mudado nos últimos dias.

Rafael foi o primeiro a responder:

''Sim mantivemos. Eu desde que saí da Eletrocar estava preparando a minha pré campanha pra vereador, tu sabe que devido à falta de apoio do partido, e muito mais por uma única pessoa dentro do Partido, infelizmente meu irmão não teve vez para continuar na chapa majoritária. O Fernando é uma pessoa carismática que já tem um lastro eleitoral que o qualifica, tanto em competência quanto em relação ao seu eleitorado, não vejo empecilho nas duas candidaturas, pois muitos que com certeza darão um voto de confiança na minha pessoa, não iria colaborar com a pré campanha do meu irmão. Acho que tem esse espaço para dois Sant?Anna no coração do eleitorado carazinhense''.

A seguir, Fernando me respondeu.

''A princípio acho que sim, também fui pego de surpresa, na sexta-feira, quando o Rafael colocou o nome dele, até porque eu já havia te dado uma entrevista do meu posicionamento que iria colocar meu nome a vereador. Ele também tinha vontade, acabou abrindo mão e me apoiando, fui pego de surpresa, mas vamos lá, cada um tem o seu espaço, a principio não tem problema algum, torço para que ele se dê bem, e consiga atingir seu objetivo. E é isso aí, política tem disso, politica é dinâmica, mesmo que eu acabe tirando o voto dele, ele o voto de mim, mas é isso aí, de uma forma ou de outra acaba ajudando o partido, vamos ver se ele vai permanecer, não sei se vai dar andamento, a gente não conversou sobre esses detalhes, mas vamos aguardar. Se concorrer, tudo bem, não tem problema, vamos lá, a gente se dá super bem, ficamos na torcida. Quem sabe dois Sant? Annas na câmara ?''.

É um fato atípico na eleição municipal deste ano.

Ou, talvez não. 

Se alguém lembrar de irmãos que competiram pelo mesmo cargo e partido em eleições passadas em Carazinho, me informem nos comentários.








Compartilhe esta coluna em suas redes sociais