Coluna Circulando e a política atual.

Na ponta do lápis.

Ana Maria Leal
Julho 31/ 2020

O presidente do Progressistas em Carazinho divulgou nesta semana, durante o Lado a Lado, dados repassados pelo senador Luiz Carlos Heinze num detalhado apanhado sobre recursos do governo Bolsonaro destinados especificamente ao município de Carazinho.

Aylton Magalhães foi um dos participantes da Tele reunião Progressistas Carazinho no dia 27, às 11h, realizada para que esses valores se tornassem claros para esclarecimento dos representantes Progressistas junto a população.

E foi o que Aylton fez durante a entrevista.

Conforme as planilhas expostas pelo senador durante a reunião virtual, os valores do governo federal que Carazinho já recebeu para combate ao novo coronavírus são de R$ 4 milhões e 45 mil.

Ainda está para receber uma nova parcela de forma que totalize R$ 8 milhões e 91 mil.

Para o Hospital de Caridade de Carazinho, conforme Aylton, a destinação foi de R$ 1 milhões 663 mil.

Para o Fundo Municipal de Saúde, R$ 3 milhões 886 mil, gerenciados pela secretaria municipal de Saúde.

''Valores que nossos vereadores do PP devem ajudar acompanhando na secretaria municipal a liberação, se já veio, se está ocorrendo, e intermediando o que for necessário'', acrescentou Aylton.

Ele aproveitou para dizer que ninguém traz sozinho os recursos que estão chegando aos cofres públicos de Carazinho.

''Não é verdade quando se diz que traz, sozinho, milhões para Carazinho, Heinze nos informou com toda a clareza, o deputado Márcio (Biolchi), por exemplo, que deve ter tido participação grande em R$ 6 milhões que o governo quer liberar entre emendas e uma parte dinheiro do próprio governo Bolsonaro para o município, Márcio claro que trabalha por Carazinho, mas não é tudo que estão dizendo por aí para promove-lo e promover o prefeito, outros deputados como Pedro Westphalen, Jerônimo Goergen e  Afonso Hamm, todos participam dessa divisão de dinheiro para os municípios, parte de emendas, inclusive desses R$ 6 milhões, e parte do governo Bolsonaro, cujo governo, aliás, tem feito um trabalho muito bom financeiramente para apoiar o combate ao coronavírus''.

Ainda conforme os dados repassados na tele reunião, Carazinho está recebendo e vai continuar os recursos a partir da Medida Provisória que destinou a recomposição do Fundo dos Municípios.

''Carazinho já recebeu do governo federal R$ 1 milhão 609 mil, a primeira parcela em março de R$ 160 mil, em abril de R$ 155 mil, em maio de R$ 754 mil, e em junho de R$ 530 mil. Do custeio do PAB (Teto do Piso de Atenção Básica) e MAC (de Média e Alta Complexidade), Carazinho recebeu um aporte de R$ 1 milhão e 053 na área da saúde''.

Quanto ao auxílio emergencial do governo federal de R$ 600, em Carazinho, um total de 10.483 pessoas receberam ou estão recebendo as parcelas, o equivalente a R$ 22 milhões na economia local.

O valor total desse auxílio para Carazinho será de R$ 37 milhões e 500 mil.

''Apesar de alguns terem feito a inscrição sem merecer, estão sendo procurados e terão que prestar contas, uma coisa lamentável. Mas o governo já fez a distribuição em Carazinho de R$ 22 milhões e 500 mil, um dinheiro que aquece a economia local, e é muito bem vindo nos mercados e mercadinhos de vila, onde essas pessoas gastam esses R$ 600. Até a cultura receber verba com a Lei Aldir Blanc, R$ 450 mil para Carazinho''.

Além de Aylton, participaram da tele reunião representando o partido na cidade os vereadores Progressistas Daniel Weber e Ivomar Tomate de Andrade, o vice-prefeito Fernando Sant'Anna de Moraes, Albano Kayser, Aldrin Kaiser e Alécio Sella.




 

Compartilhe esta coluna em suas redes sociais