Coluna Circulando e a política atual.

Planos do PRTB.

Ana Maria Leal
Maio 13/ 2020

Há algumas semanas eu havia informado a criação em Carazinho do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) que é o partido onde está filiado o vice-presidente da República, General Hamilton Mourão.

Agora, após oficializada essa criação e devidas filiações, vieram a público mais detalhes a respeito bem como quais são os planos do PRTB na cidade.

Renato Weber é o nome à frente do partido, na presidência, pelo período de 6 meses.

Ao participar do Lado a Lado Com a Notícia desta quarta-feira (13), confirmou que a sigla estará presente nas eleições municipais deste ano.

Disse que a iniciativa pela formação do PRTB em Carazinho surgiu de empresários que estão ingressando na política como forma de contribuir com a cidade.

''A criação se deu quase que por acaso, um grupo de pessoas, empresários, que pensam no crescimento sócio econômico da nossa cidade e região, decidiu mexer um pouco com o cenário atual da política, se reuniu, havia a possibilidade de três partidos, se optou pelo PRTB, principalmente por ter a figura do nosso vice-presidente da república, gaúcho, general Hamilton Mourão''.

Sobre os nomes que integram o PRTB: ''A gente tem alguns bons nomes, pessoas que não eram políticos, estão ingressando nessa caminhada, para melhorar o que já está bom''.

Na condição de presidente, disse que o seu não é um desses nomes que poderão concorrer.

Mas, anunciou quais seriam. Por exemplo, nomes à disposição para uma pré-candidatura a prefeito ou vice.

São eles, em ordem alfabética e a mesma que aparece na imagem acima: Adriano Strack, Celso Morais, Fabrício Tomé, Fabrício Metzdorf.

Desses, apenas Celso já teve uma experiência nas urnas, em 2018, concorrendo a deputado federal pelo PSL.

Além desses pré-candidatos a prefeito e vice, Renato também informou que há uma nominata de pré-candidatos a vereadores.

Tem de 15 a 20 nomes.

Enquanto isso, o PRTB está 'namorando' partidos com os quais há afinidade de ideias.

Perguntei se o MDB, que governa a cidade, seria um deles.

Respondeu que sim, pode haver aproximação com o MDB.

Citou também o PP.

Mas, acrescentou que tudo vai depender das orientações do partido estadual quanto às futuras coligações.


Compartilhe esta coluna em suas redes sociais