Coluna dos apaixonados pelo Colorado

Semana Importante

Anderson Amaral
Fevereiro 10/ 2020

Em plena segunda semana de fevereiro, mês de Carnaval, teremos duas decisões importantes. A primeira na terça feira, contra os chilenos da LAU, pela fase preliminar da Libertadores da América. Neste jogo, com certeza com a presença maciça dos colorados, a vitória se mostra possível, desde que o esquema de jogo seja alterado.

Não é possível que nosso time que precisa ganhar no tempo normal para evitar a disputa nos pênaltis, inicie jogando com  dois volantes (Musto e Lindoso), os quais possuem praticamente as mesmas funções defensivas, como ocorreu no jogo da semana anterior.

Deverá também o treinador avaliar a presença de Patrick, que há vários jogos não tem apresentado futebol que o consagrou no primeiro semestre de 2019. Pedindo passagem estão os novos contratados, como Marcos Guilherme, Boschilia e Thiago Galhardo.

O segundo e não menos importante jogo será, provavelmente, no próximo sábado, pelas semi finais do Gauchão 2020, contra o Grêmio, no Beira Rio. Com a derrota gremista contra o Aimoré, o Internacional, primeiro colocado no grupo A, vai enfrentar o segundo colocado do grupo B, o eterno rival Grêmio.

Com certeza será mais um Grenal sem prognóstico de vitória, pois dentro das quatro linhas os times se equivalem, devendo vencer o jogo aquele que tiver a competência de aproveitar as escassas oportunidades. Ambos treinadores irão colocar os times titulares, pois mesmo sendo um campeonato regional, nenhuma das torcidas se conformará com a derrota, cuja pressão será repassada ao clube, direção e comissão técnica.

Com certeza esperamos que a classificação venha na Libertadores da América, para o tão sonhado tri campeonato não seja interrompido, novamente, neste ano, em especial quando o grupo foi reformulado e com treinador castelhano, Eduardo Coudet, já acostumado com jogos desta envergadura.

Tomara que seja uma semana proveitosa, demonstrando o time ao menos espírito de luta e vocação ofensiva, pois a mudança da comissão técnica tinha isto como intenção, deixando de lado a vocação exclusiva defensiva, lutando por eventuais contra ataques.

Grande abraço.

                                               

E-mail:
Compartilhe esta coluna em suas redes sociais