Coluna dos apaixonados pelo Colorado

Feliz Natal e Ano Novo

Anderson Amaral
Dezembro 16/ 2019

Mais um ano se encerra. Muita coisa aconteceu no futebol, especialmente com o Internacional. 

Com a chegada do ano novo, é momento de reflexão e de retrospectiva de tudo que passou durante os 365 dias de 2019. No caso do Colorado, tivemos altos e baixos pontuais, que praticamente dividiram o ano em três fases. A primeira, de médio desenvolvimento, culminando com a perda do campeonato gaúcho, na cobrança de penalidades máximas. A segunda etapa, de alta produtividade, quando estivemos nos mantendo nas primeiras colocações do Brasileirão, disputa das semi-finais da Libertadores da América e disputa da final na Copa do Brasil.

A terceira e última etapa, quando após os tropeços, o time não se encontrou, vindo a quase não obter vaga para a Libertadores, alcançando a sétima colocação no Brasileirão, o que vai ocasionar a disputa da fase de mata-matas da Pré-Libertadores 2020.

É claro que como na vida de qualquer cidadão, é quase que impossível manter o mesmo desempenho em um ano inteiro, mas bem que podíamos ter obtido algum título, sendo a Copa do Brasil a conquista mais provável. Mas, como a probabilidade não é uma certeza,fomos surpreendidos, no Beira Rio, com domínio total dos paranaenses, os quais calarão os mais de 55.000 torcedores presentes, outros 20.000 nos arredores do estádios e milhares colorados espalhados pelo Rio Grande do Sul, Brasil e em outros países.

Feita esta simplória reflexão, temos que projetar o ano de 2020, sob o comando do novo treinador argentino Eduardo Coudet, que se despediu de seu último clube, o Racing de Avellaneda, com duas conquistas em dois anos, a Superliga Argentina e Troféu dos Campeões 2019, este uma espécie de Recopa entre o campeão do Campeonato Argentino e a da Copa da Superliga.

Com certeza a mentalidade e os fundamentos deverão ser alterados, pois este treinador argentino coloca seu time visando o campo do adversário, no ataque, ao contrário do que o Internacional vinha fazendo há muito tempo, qual seja a fórmula da defesa sólida e a tentativa de contra ataque ou de uma bola parada.

Não será uma tarefa fácil para o jovem treinador, o qual terá que transpor barreiras dentro do vestiário e até com a Direção do clube, principalmente porque além do Campeonato Gaúcho, que se inicia no dia 22 de janeiro, no início de fevereiro já enfrentaremos algum clube na Pré Libertadores.

Assim, novamente em 2020, as atuações e desempenho de nosso Colorado será assunto em várias rodas de conversas, mas principalmente nas redes sociais, o que nos motiva a iniciarmos o ano, após merecidas férias, a voltar a torcer, na esperança de melhores resultados.

Desejamos a todos os admiradores do futebol, independente de cores e paixões, um Feliz Natal, cheio de luz e espiritualidade, bem como grandes conquistas no ano que se aproxima, principalmente com saúde e paz.

Grande abraço. Voltaremos na segunda quinzena de janeiro.



(Foto: Divulgação/Inter)



E-mail:
Compartilhe esta coluna em suas redes sociais