Coluna Circulando e a política atual.

Rindo à toa.

Ana Maria Leal
Dezembro 06/ 2019

O MDB está bastante satisfeito com a adesão de novos nomes, mais apoios recebidos, oficializados durante a confraternização promovida nesta noite de quinta-feira (05) no CTG Rincão Serrano.

O presidente Jorge Dutra participou do Lado a Lado nesta sexta-feira (07) e contou que foram mais de 50 filiações apenas na noite de ontem, além de uma lista de pessoas que será procurada nos próximos dias porque faltaram fichas.

Todos sabem que o mais fácil para um partido que está no poder é atrair apoiadores às suas fileiras.

Como moscas no mel.

Poucos não querem estar ao lado de quem está no poder.

Jorge sabe que, assim como há quem se aproxima realmente interessado em unir forças com o partido, há quem chegue pensando no próprio favorecimento.

De qualquer forma, considerou o resultado altamente positivo, também porque além dos partidos aliados, PP, DEM e PSB, as demais siglas convidadas estavam lá.

Paulo Barbosa representando o PDT.

André Branda pelo PSD.

Wilson Moreira e Ivomar de Andrade (Tomate) pelo PTB.

E também quem trocou de partido, como o ex-tucano João Hartmann, que segundo Jorge, deve integrar a nominata que vai buscar uma vaga na câmara de vereadores no ano que vem.

No Lado a Lado Jorge também falou sobre a manutenção da aliança atual para conquistar a reeleição do prefeito Milton, mas disse que está difícil conversar com o presidente do PP.

Aylton Magalhães não o atende.

Aliás, nem compareceu à confraternização.

Quem esteve lá foi o vice-presidente, Giuliano Ceconello.

O MDB quer ter essa conversa com o PP para definir se estarão juntos na disputa do ano que vem.

E a partir dessa definição, avaliar se a composição terá mais partidos, ou não, e, se sim, quais.

A previsão é de que tenhamos essas respostas ainda neste mês.



Compartilhe esta coluna em suas redes sociais