Coluna Circulando e a política atual.

Continua presidente.

Ana Maria Leal
Setembro 11/ 2019

O PT de Carazinho manteve Paulo Schettert à frente do partido para mais um mandato, referente a 2020 e 2021.

Ele participou do Lado a Lado Com a Notícia desta quarta-feira falando sobre a definição que ocorreu no último fim de semana, e dos projetos do partido.

Entre eles está disputar as eleições do ano que vem não apenas ao legislativo, mas também com nomes para uma majoritária.

Disse que o partido ainda se recupera do baque que foi estar com tudo pronto para disputar a prefeitura em 2016 apoiando a candidatura de Renato Suss, à época no PDT, que acabou deixando também o PT na mão.

Isso, entretanto, não impede que o partido converse com os pedetistas e avalie a possibilidade de uma aliança novamente.

Da mesma forma, Schettert disse que estão conversando com os partidos de esquerda que se alinham com o PT.

Um nome para essa majoritária não é novidade, pois já foi mencionado anteriormente, e é o de Leandro Adams, ex-vereador que concorreu a prefeito em 2012.

Além disso, disse que o PT é oposição ao governo municipal, do MDB, e neste sentido elogiou a postura dos vereadores que na câmara são questionadores.

''_Tem bons vereadores fazendo oposição e não são de esquerda, como o João Pedro Albuquerque de Azevedo, o cara está num partido de direita e defende o lado social, que é a questão do funcionalismo público, e agora a questão dos professores. Ele fala a língua do povo, assim como o Alaor e o Tomate''.

Schettert também informou que o partido está situado numa sala no prédio da avenida Flores da Cunha em cima da Ilha do Mel, compartilhada com outros partidos de esquerda, onde são realizadas reuniões para tratar das futuras eleições e filiações.

Na foto do Circulando ele aparece no espaço do Grupo Gazeta montado para os festejos farroupilhas. 




Compartilhe esta coluna em suas redes sociais