Coluna Circulando e a política atual.

Tudo encaminhado.

Ana Maria Leal
Julho 31/ 2019

O presidente do MDB em Carazinho, Jorge Dutra, falou em entrevista para o Lado a Lado Com a Notícia desta quarta-feira (31) sobre os preparativos para a convenção municipal marcada para o dia 24 de agosto, na câmara de vereadores, em horário a ser divulgado.

Está marcada uma reunião para o próximo dia 09 a fim de definir os nomes para a chapa a ser apresentada. 

Única, garante ele. 

''_O partido não vai ter duas chapas, não vai ter embate político''.

Sobre o nome que vai assumir a presidência - que pode ser o dele mesmo - disse que a preferência é de que seja alguém que não vá concorrer, para que não seja difícil conciliar a atividade de presidente com a campanha eleitoral.

''_ Como presidente tenho conversado com as bases, as lideranças, que tenha cuidado e quem vai concorrer não se coloque à disposição para assumir o partido pois pode ser difícil conciliar. Além disso, é preciso que esse nome tenha um bom relacionamento com o prefeito. Há muitos nomes com condições, o partido está bem organizado, bem financeiramente, bem estruturado, quem tocar esse barco vai tocar conforme vai o vento''.

Jorge está otimista quanto a nominata ao legislativo com a expectativa da bancada emedebista crescer antes mesmo da eleição.

''_ No atual estágio do MDB hoje, a pré nominata será uma das melhores de Carazinho, com pessoas desenvolvendo um trabalho dentro do governo com visibilidade boa de capitalizar votos, outras pessoas que se aproximam para concorrer pelo MDB, com a janela de março alguns vereadores de outros partidos vindo para o MDB, mais que um, não gostaria de dizer nomes, o Erlei (Vieira) é público, ele mesmo se manifesta neste sentido, é de oposição mas sempre esteve conosco na base, mas estamos num processo acelerado com mais dois nomes de partidos da base, acredito que de dois a três nomes vão compor conosco, temos plena certeza que o MDB vai ter uma nominata muito forte para a próxima eleição''.

Quanto aos nomes femininos para disputar vagas na câmara citou Kátia Soares Alberti, que já está assinou ficha, além de Silvana Xavier, que colocou o nome à disposição para concorrer, além de outras com quem está conversando.

Neste sentido quer que no ano que vem a parcela feminina conquiste mais votos do que em 2016 para colocar uma representante na câmara desta vez.

''_ Vamos trabalhar para eleger, no mínimo, quatro vereadores''.

Jorge também falou sobre a escolha de quem será vice do prefeito Milton.

Primeiro será conversado com o PP, PSB e DEM, partidos que estão juntos na atual coligação, e só em caso de não definir entre essas siglas é que será iniciada conversa com outros partidos.

Mesmo assim, ele informou que já está sendo procurado por partidos como o PTB, PSL, e não oficialmente, pelo PSD.

Ainda vai conversar com o PDT.

''_ Me dou muito bem com o Barboza (Paulo, presidente pedetista), já deixou ajustado que vamos ter uma conversa política, mas não existe nenhuma negociação com o PDT. Estamos abertos a conversar com todos os partidos, estamos conversando com todos que nos procuram mas primeiro tem que definir nossa situação, é solida com os partidos que compõe a base, existe algumas coisas no ar que talvez o PP não esteja junto na próxima eleição, mas acredito que isso saia de algumas alas insatisfeitas, pelas lideranças maiores não há intensão de se desligar do governo, respeitamos quem pensa assim, mas estamos conversando para continuar com os partidos como tudo começou''. 

Essa conversa sobre o nome do (a) próximo (a) vice vai ficar para após a convenção.

''_ A partir da eleição da executiva vamos aproximar as reuniões com esses partidos. A eleição já começou, é só definir quais são os candidatos''.



Compartilhe esta coluna em suas redes sociais