Apaixonados pelo Colorado

Classificação heróica

Anderson Amaral
Julho 22/ 2019

Como já havíamos previsto na coluna anterior, a classificação para a fase de semi-final da Copa do Brasil somente ser obtida com muito esforço e luta.

Passar pelo melhor elenco do País não significa apenas uma vitória, mas mais do que isso, a demonstração de superação, até porque a probabilidade era de que o Palmeiras era o favorito disparado deste duelo, na proporção de mais de 80%, com várias pesquisas de opinião divulgadas pela imprensa.

Mas o que se viu foi o domínio colorado em todo o jogo, com excelentes atuações individuais, mas principalmente coletiva. Terminado o jogo com vitória colorada, a certeza era de que o pior estava por vir, com a disputa da vaga nas penalidades máximas. 

Posso descrever toda a aflição e temor que sentíamos no estádio, mas nunca narrar com fidelidade o sentimento de cada colorado naqueles 10 intermináveis minutos. Várias pessoas rezavam, outras falavam diretamente com Deus, outros ficaram de costas e vários permaneceram sentados com a cabeça baixada, aguardando os gritos finais da vitória.

Quando o último pênalti foi desperdiçado pelo jogador do Palmeiras, o Beira Rio virou um misto de alívio mas de enlouquecidos gritos, pois afinal de contas, a classificação havia sido conquistada.

Certamente toda esta aflição se espalhou em todo o País, pois palmeirenses e colorados estavam vendo em jogo do Oiapoque ao Chuí.

Passada esta fase, bem como o empate no Grenal do último sábado, as atenções se voltam para a Copa Libertadores da América,

Vários jogadores foram preservados, tendo atuado no clássico apenas 3 titulares. O Nacional do Uruguai, com sede em Montevideo, adversário nesta fase, ocupa a terceira colocação no Torneio Apertura Uruguaia, mas é um clube de grande tradição na América, o que torna este duelo sul americano muito perigoso.

O que se espera é que no primeiro jogo a ser disputado no Uruguai, se obtenha resultado que permita eventual reversão no outro jogo, dia 31 de julho no Beira Rio. Mas o momento colorado é muito bom e não se pode duvidar de uma vitória na próxima quarta-feira, desde que se mantenha a forma coesa e sólida da equipe, a exemplo do que ocorreu contra o Alvi Verde Paulista.  

Novamente teremos um quarta-feira tensa, cujo jogo inicia as 19:15 horas, com transmissão somente pela televisão paga. Serão 90 minutos que o time precisa suportar a pressão do time mandante, mas de forma alguma abandonar o ataque, pressionando o adversário, principalmente visando munir Paolo Guerrero com passes certeiros.

Que assim seja.


Grande abraço.


(Foto: Divulgação/Inter)



                            

E-mail:
Compartilhe esta coluna em suas redes sociais