Coluna Circulando e a política atual.

Plano B.

Ana Maria Leal
Julho 11/ 2019

Ou seria, plano PDT?

Soube nesta quinta-feira (11) que há um grupo de pedetistas prontos para firmar os dois pés no governo municipal.

De que forma?

Não neste momento, mas se, ali na frente, o PP decidir pela saída da aliança que elegeu o atual governo.

Segundo me informaram essa adesão de apoio ao MDB para a reeleição do prefeito Milton estaria sendo construída nos bastidores por um integrante do PSB, que pode ir para o PDT, e concorrer a vereador no ano que vem.

Com a adesão o PDT ocuparia os espaços, leia-se, cargos, que hoje estão com o PP.

Pelo menos é com isso que esses pedetistas estão contando.

Porém, se o PP decidir sair, não significa que quem está nos cargos saia também.

Já ouvi rumores de que há progressista que cogita mudar de partido e ir para o MDB, ficando no governo.

Se bem que, por outro lado, o MDB vai precisar de espaços vagos para oferecer na hora de negociar com os novos apoiadores, que podem não ser apenas do PDT, mas também do PTB.

Partidos que estão com o olho comprido para assumir, claro, até secretarias que vão ficar vagas por alguns meses no momento em que seus titulares - alguns, pelo menos - saírem para concorrer.

Isso tudo, como eu disse, ''se'' o PP decidir pelo fim da aliança, o que ainda está longe de ser definido, e mesmo com os rumores, ninguém sabe se realmente vai acontecer. 



Compartilhe esta coluna em suas redes sociais