Coluna dos apaixonados pelo Colorado

Ausências Importantes

Anderson Amaral
Junho 10/ 2019

A queda de rendimento apresentado na última sexta-feira, contra o Vasco da Gama, no Rio de Janeiro, tem várias explicações, mas duas ausências tornaram o time previsível e sem força no ataque. Falo de D`Alessandro e Paolo Guerrero.

D`Alessandro foi preservado para o jogo contra o Bahia, quarta-feira no Beira Rio, quando receberá especial homenagem pelos 450 jogos pelo Inter e por se tornar o 5º jogador que mais vezes vestiu a camiseta vermelha. Não quis a Diretoria e o jogador, que tal homenagem ocorresse no Rio de Janeiro, mas sim no Beira Rio, juntamente com a torcida.

Paolo Guerrero esteve ausente por já estar treinando com sua seleção Peruana, que se prepara para a Copa América.

Tais desfalques demonstram a dependência do time com estes dois craques, pois a baixa qualidade do Vasco da Gama, torna a derrota sofrida por 2 a 1 muita amarga, terminando com uma sequência excelente que o time vinha apresentando.

Quarta-feira (12) as 21,30 horas, em casa,  teremos o último jogo antes da parada para a Copa América, tornando a vitória o único resultado  que se espera de um time que ainda busca melhores colocações na tabela do Brasileirão. De qualquer forma, está se tornando quase impossível alcançar o Palmeiras, time que vem acumulando vitórias e pontos que o tornam virtual campeão Brasileiro.

Após este jogo, o time entrará em período de 30 dias de recondicionamento físico e tático, tempo suficiente para que se ajustem deficiências, principalmente com a recuperação dos Rodrigos Dourado e Moledo, jogadores importantes nos primeiros jogos a partir de 13 de julho, tanto na Libertadores da América como Copa do Brasil.

A Copa América e o Mundial do Futebol Feminino, irão dividir as atenções dos amantes do futebol nos próximos trinta dias, esperando nós brasileiros, que as seleções representem bem o Brasil, jogando sem vaidade. Esta atitude se espera principalmente da seleção que irá disputar a Copa América, no Brasil, pois com a saída de Neymar Júnior, nos parece que o time se torna mais objetivo, sem a dependência de suas jogadas, a exemplo do que ocorreu ontem, no jogo treino contra o fraco time de Honduras.

Grande abraço.

Foto: Divulgação/Site Internacional. 

 

 

E-mail:
Compartilhe esta coluna em suas redes sociais