Coluna Circulando e a política atual.

Nada diferente dos outros.

Ana Maria Leal
Maio 23/ 2019

O pedetista Leodi Altmann relembrou, na convenção do seu partido há uma semana, em determinado momento, ao se manifestar, o episódio que resultou na cassação do seu diploma após a eleição de 2012 quando concorreu à vereador. Disse que não fez ''nada diferente'' dos demais políticos.

Na época, além da cassação do diploma também foi imposta multa de R$ 25 mil para o pedetista e com base nos fatos, ajuizada ação criminal por compra de votos, boca de urna e transporte de eleitores.

Leodi falou abertamente para o Lado a Lado sobre a declaração:

''_ Essa é a verdade, só eu sei da verdade, ninguém mais, o que fiz, deixei de fazer, sinceramente, acho que fui muito injustiçado, meu processo ainda corre, não tenho problema nenhum de falar, está aberto para quem quiser ler e ver o que consta no meu processo, tenho a consciência muito tranquila, prezo pela honra dos políticos, não vai ser esse percalçozinho, que teve suas motivos, fui defender uma entidade de Santo Antônio do Planalto, houve uma discordância com a senhora promotora da época, mas não mudarei nada daquilo que faço. Serviu para mostrar que tenho que estar alerta, nós políticos temos que estar nos atualizando todo dia, avivando''.

Por outro lado, diz que os eleitores também são responsáveis e muitas vezes esquecem disso quando só apontam os políticos como os errados.

''_ É um apelo que faço para nossa comunidade, olhe para os bons políticos, eu sempre digo, não somos nós que nos tornamos políticos, são vocês que nos fazem políticos, olhem, observem bem, se tiverem dúvidas, confiram, escolham bem, escolham certo, pessoas em quem vocês podem confiar. As pessoas ficam falando continuamente mal e mal dos políticos, mas estamos falando mal de nós mesmos pois somos nós que os colocamos lá, então por isso digo que é preciso muita informação na hora de escolher os mandatários do município, estado e país''.

Lembrando que na convenção Leodi ficou com a vice-presidência do PDT de Carazinho após disputa no voto com Paulo Barboza, em resultado que foi de 16 a 19, dando a presidência para Barboza com essa pequena diferença de 3 votos. 



Compartilhe esta coluna em suas redes sociais